domingo, 2 de outubro de 2022

De novo! Marinha não libera funcionamento do ferry-boat José Humberto

Capitania do Portos do Maranhão tem prazo de 48 horas para informar sobre acatamento da recomendação e medidas adotadas para seu cumprimento

Recheado de polêmicas desde do dia 31 de maio, quando o governador do Maranhão, Carlos Brandão utilizou suas redes sociais para anunciar a chegada de mais um ferry-boat para tentar sanar o caos do transporte aquaviário no Maranhão, a embarcação José Humberto passou por uma nova vistoria da Capitania dos Portos do Maranhão e continua sem ser liberado para fazer a travessia entre o Terminal da Ponta da Espera (São Luís) e o Cujupe – Baixada Maranhense.

A nova vistoria aconteceu na manhã desta segunda-feira (20), onde a Marinha do Brasil verificou as condições da embarcação. De acordo com o relatório da Marinha: “foram constatadas algumas discrepâncias na documentação e nas condições estruturais”.

A autoridade marítima recomendou que a embarcação José Humberto passe por novas adequações estruturais e que seja sanada a “discrepâncias na documentação” para que outra vistoria seja realizada, para que possa ser liberado para operação no Maranhão

Confira a nota enviada pela Capitania dos Portos do Maranhão:

A Marinha do Brasil (MB) informa que foi realizada, na manhã de ontem (20), uma vistoria no Ferryboat “José Humberto” para verificar suas condições perante a Autoridade Marítima. Na ocasião, foram constatadas algumas discrepâncias na documentação e nas condições estruturais. Somente após serem sanadas estas discrepâncias, uma nova vistoria será realizada pela Capitania dos Portos do Maranhão.

Cabe destacar que o transporte de ferry boat é uma importante via de integração da ilha de São Luís com a Baixada Maranhense, portanto a ação visa garantir a segurança da navegação e a salvaguarda da vida humana no mar.

– Publicidade –

Outros destaques