terça-feira, 6 de dezembro de 2022

Flávio Dino se reúne com representantes do Banco Mundial

Na tarde da última quarta-feira (21), o Governador do Maranhão, Flávio Dino, se reuniu com o Prefeito Edivaldo Holanda Júnior, acompanhado de membros da prefeitura de São Luís e representantes do Banco Mundial para dialogar sobre possíveis parcerias de credito e financiamento para recuperar a barragem do Bacanga, em São Luís.

 

A barragem fica no início da BR-135 e liga o centro de São Luís à região Itaqui-Bacanga, onde está o Porto do Itaqui. Com a estrutura danificada, há risco de desmoronamento ou inundação da área. O Governo do Estado já tem um projeto pronto, em condições de emitir a ordem de serviço, para a troca de todas as comportas e recuperação estrutural da barragem.

 

“Nós estamos numa missão sobre o projeto com a municipalidade e achamos importante falar com a esfera estadual sobre a oportunidade de trabalharmos juntos e como vamos avançar o projeto da barragem do Bacanga”, explicou o coordenador de operações setoriais de Infraestrutura para o Brasil, do Bando Mundial, Paul Kriss.

 

O secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto, destacou que uma parceria já existente entre Banco Mundial e Prefeitura de São Luís, que favorece a área de barragem, é importante para complementar a reestruturação prevista pelo governador Flávio Dino. O secretário afirmou que a medida irá tranqüilizar a população que mora nas imediações da barragem e sofre com a iminência de alagamentos.

 

“Há claramente a identificação da execução desta obra porque tem um impacto social e ambiental muito forte. O governador Flávio Dino foi muito firme nesta reunião ao constatar esta necessidade e indicar que sejam tomadas todas as providencias necessárias. Então, nós vamos, em parecia com o Banco Mundial e com a Prefeitura de São Luís, encaminhar para que seja solucionado esse problema que é histórico”, apontou o secretário.

 

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior acredita que mais esta parceria com o Governo do Estado deverá facilitar o andamento das obras executadas pela prefeitura na Barragem do Bacanga, que esteve parcialmente comprometida por falta de parceria com a antiga gestão.

– Publicidade –

Outros destaques