domingo, 25 de setembro de 2022

Academia Maranhense de Letras faz homenagem ao artista plástico Antônio Almeida

A homenagem traz exposição com obras em pintura e escultura do artista maranhense, cedidas por familiares e colecionadores

A Academia Maranhense de Letras (AML) e a Fundação da Memória Republicana Brasileira realizam, nesta quinta-feira (26), as 16h, no Convento das Mercês, homenagem ao centenário de nascimento do artista plástico e poeta Antônio Almeida.

A programação de homenagem a Antônio Almeida começa com uma sessão especial da AML em homenagem ao acadêmico, que ocupou a cadeira 40 da instituição. Em seguida, será inaugurada uma exposição com obras em pintura e escultura do artista maranhense, cedidas por familiares e alguns colecionadores.

Da homenagem consta ainda uma palestra seguida de exibição de documentário sobre vida e obra de Antônio Almeida, de autoria da pesquisadora Geyse Nicácio. A curadoria de toda a programação é assinada pela produtora cultural Lena Santos e Holândia e Olinda Almeida, filhas do artista plástico.

Antônio Alves Almeida nasceu em Barra do Corda, no dia 27 de maio de 1922. Foi pintor, escultor, muralista, ceramista e poeta. Filho de agricultores, estudou até o segundo ano primário. Como autodidata, interessou-se pela pintura desde os cinco anos de idade. Antônio Almeida integrou o movimento artístico da Movelaria Guanabara, na década de 1950, e participou da fundação da revista Legenda.

São de autoria de Antônio Almeida os principais murais de São Luís, como os da lateral do antigo Banco do Estado do Maranhão, do Parque do Bom Menino e da avenida dos Franceses. O artista faleceu no dia 2 de janeiro de 2009, na capital maranhense.

– Publicidade –

Outros destaques