domingo, 27 outubro, 2019
Início Polícia Acusados de homicídio são condenados em Dom Pedro

Acusados de homicídio são condenados em Dom Pedro

PorTJMA

A juíza Arianna Saraiva presidiu, nestas terça-feira (15) e quinta-feira (17), duas sessões do Tribunal do Júri na Comarca de Dom Pedro. Os réus foram Paulo Henrique Conceição Soares (dia 15), e Alessandro França da Silva (dia 17), ambos acusados da prática de crime de homicídio, tendo como vítimas Antônio José Alves dos Santos e Getúlio Ferreira Viriato. O réu Paulo Henrique foi considerado culpado pelo Conselho de Sentença e recebeu a pena de 06 (seis) anos de prisão, podendo recorrer em liberdade. Já o réu Alessandro França, também considerado culpado pelos jurados, recebeu a pena de 09 (nove) anos e sete meses de reclusão.

Relata a denúncia do primeiro caso que Paulo Henrique Conceição, vulgo ‘Paulinho’, teria desferido um golpe de faca em Antônio José Alves, causando-lhe a morte. O crime ocorreu em 14 de abril de 2012, nas dependências do Clube Pindorama, em Dom Pedro. O inquérito narra que acusado e vítima tiveram um desentendimento dentro do clube, momento em que Paulinho e alguns colegas teriam agredido Antônio José.

A vítima, tentando se defender, teria atingido o agressor com um pedaço de madeira, momento em que este teria sacado uma faca e atingido o tórax de Antônio José. A vítima ainda chegou a correr até o hospital, pedindo ajuda, mas não resistiu ao ferimento e foi a óbito. Um amigo da vítima ainda chegou a ser ameaçado pelos autores da agressão, na porta do hospital. Paulo Henrique Conceição deverá cumprir a pena estabelecida em regime inicialmente semiaberto.

Sobre o segundo caso, diversas testemunhas atestaram que o acusado Alessandro França da Silva teria ido, armado com um revólver, até a casa da vítima Getúlio Ferreira, mas não souberam precisar se ele seria o autor do crime. Outra testemunha afirmou que, antes de morrer, Getúlio disse que Alessandro era o autor, junto com outro homem.

Outras pessoas não souberam afirmar se eles, acusado e vítima, tinham algum desentendimento, mas afirmaram ter visto Alessandro indo à casa de Getúlio e teriam escutado cinco disparos de arma de fogo, não sabendo precisar qual a arma utilizada. Alessandro França da Silva foi condenado à pena de 09 anos e sete meses de prisão, a ser cumprida inicialmente em regime fechado. Ele não poderá recorrer em liberdade

Categorias relacionadas:
- Publicidade -

Mais recentes

No Vaticano, Flávio Dino debate desafios da Região Amazônica

O governador do Maranhão, Flávio Dino, está no Vaticano, onde participa, nesta segunda-feira (28), da 1ª Cúpula dos Governadores dos Estados da Pan Amazônia....
- Publicidade -