terça-feira, 23 de julho de 2024

Anderson Silva é flagrado em exame antidoping

Durou pouco a comemoração pelo retorno de Anderson Silva ao octógono do UFC. O lutador foi flagrado no exame antidoping por uso de anabolizante. O exame realizado pela Comissão Atlética de Nevada (NSAC) revelou que o ex-campeão dos médios do UFC testou positivo para drostanolona e androsterona, espécies de anabolizantes, em exame realizado no dia 9 de janeiro.

 

Como as substâncias encontradas no exame do brasileiro são proibidas em qualquer período, Spider deve ser punido. Um julgamento disciplinar está marcado para o dia 17 de fevereiro.

 

Nick Diaz, rival de Anderson Silva, também foi pego em um exame feito após o duelo pelo UFC 183. Pela terceira vez, o norte-americano foi flagrado pelo uso de maconha, assim como pelo Pride em 2007 e pelo UFC 143 em 2012. O teste apresentou a presença de THC, que é o princípio ativo da droga. 

 

Confira a nota oficial divulgada pelo UFC:

“Em 03 de fevereiro de 2015, a organização do UFC foi notificada pela Comissão Atlética de Nevada que Anderson Silva testou positivo para Drostanolona no teste para sua luta, realizado no dia 09 de janeiro.

 

O UFC compreende que mais testes serão conduzidos pela Comissão para confirmar estes resultados preliminares.  

 

Anderson Silva tem sido um excelente campeão e um verdadeiro Embaixador do esporte das artes marciais mistas e do UFC.

 

O UFC está desapontado por saber destes resultados iniciais.  O UFC tem uma rígida e consistente política contra o uso de qualquer droga ilegal, de alteração de desempenho ou agentes mascarantes, por parte de seus atletas.”

 

Anderson Silva pode pedir uma contraprova e recorrer do resultado. 

 *Com informações do R7.

– Publicidade –

Outros destaques