quarta-feira, 12 agosto, 2020
Início Destaque 2 Aprovado acordo entre Governo do Estado e Unicef em benefício de crianças

Aprovado acordo entre Governo do Estado e Unicef em benefício de crianças

A Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou, na sessão plenária desta terça-feira (14), o Projeto de Lei 231/2020, oriundo do Poder Executivo, que autoriza o Estado a conceder subvenção social ao Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), visando à implantação do Programa de País (2017-2021).

O apoio financeiro é de R$ 500 mil, valor que deverá ser empregado em políticas especializadas para benefício da criança e do adolescente e para ações preventivas e de resposta à violência.

Conforme o projeto, a concessão da subvenção financeira será precedida da celebração do Acordo de Cooperação Técnica e Operacional entre o Maranhão e o organismo internacional, composto por plano de trabalho contendo especificações sobre as ações a serem executadas e as obrigações de cada uma das partes.

O Artigo 2°, por exemplo, destaca que o Unicef deverá apresentar, no prazo de 60 dias após o encerramento do acordo, o relatório final das atividades implementadas com o cumprimento das metas acordadas pelo Programa de País (2017-2021).

Outro destaque diz respeito aos relevantes serviços prestados pelo Fundo para o desenvolvimento de ações voltadas à promoção dos direitos de crianças e adolescentes no âmbito do Maranhão. Os recursos para o acordo serão alocados pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP), que também ficará responsável pela fiscalização de sua execução, prestação de contas e controle de qualidade das ações desenvolvidas.

Em sua justificativa, o governador Flávio Dino (PCdoB) se baseia no Artigo 227 da Constituição Federal, que estabelece como um dever conjunto da família, da sociedade e do Estado assegurar proteção integral, com absoluta prioridade às crianças, adolescentes e jovens, garantindo-lhes o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à cultura, à profissionalização e à dignidade, matéria essa disciplinada pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Com base nesse princípio, o governador esclarece ainda que, nesse contexto, o Programa de País para o Brasil 2017-2021 objetiva fomentar o desenvolvimento de políticas intersetoriais aptas a combater as causas da exclusão social no Estado e voltadas ao atendimento das necessidades específicas dessa parcela da população, concentrando-se em quatro eixos principais: políticas especializadas para crianças e adolescentes excluídos; para crianças e adolescentes vulneráveis; prevenção e resposta às formas extremas de violência e engajamento e participação dos cidadãos.

- Publicidade -
Categorias relacionadas:
- Publicidade -

Mais recentes

Corte de água por falta de pagamento está suspenso por 15 dias em Balsas

Conforme proposta apresentada pelo Ministério Público do Maranhão, em reunião virtual realizada na manhã desta terça-feira, 11, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto...
- Publicidade -