sexta-feira, 3 julho, 2020
Início Destaque 1 Historiadora maranhense Kátia Bogéa deixa cargo de presidência do Iphan

Historiadora maranhense Kátia Bogéa deixa cargo de presidência do Iphan

A historiadora maranhense Kátia Bogéa foi exonerada da presidência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), cargo que ocupava desde junho de 2016. A decisão do presidente Bolsonaro foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (11).

A arquiteta Luciana Rocha Feres foi nomeada. Ela é formada pela Universidade Federal de Minas Gerais e tem doutorado pela Universidade de Massachusetts. Foi diretora na Fundação Municipal de Cultura (2013 a 2016) e gerente de Cultura no Sesc de Minas (2017 a 2019). Na nova função, Luciana receberá R$ 16.944, o mais alto salário do grupo DAS (Direção e Assessoramento Superiores).

A troca faz parte de uma mudança volumosa no setor. O recém nomeado secretário especial da Cultura, o dramaturgo e diretor Roberto Alvim, tem feitos diversas mudanças na subpasta do Ministério do Turismo.

- Publicidade -
Categorias relacionadas:
- Publicidade -

Mais recentes

- Publicidade -