Deputado Fábio Macedo é preso por agressão e ameaçar policiais em Teresina


O deputado estadual Fábio Macedo (PDT) foi preso na madrugada deste sábado (09), após agredir o cantor Léo Cachorrão dentro de um bar em Teresina (PI). O motivo da briga seria a cobrança de uma divida por parte do parlamentar.

De acordo com informações da Polícia Civil, o deputado maranhense estava no Boteco & Cervejaria Bendito na capital do Piauí para cobrar suposta divida no valor de R$ 150 mil. Depois de uma discussão, Fábio Macedo arremessou copo em direção ao cantor que provocou corte profundo na região do rosto. A Polícia Militar foi acionada e o pedetista acabou preso.

Em áudio que circula nas redes sociais e grupos de Whatsapp o deputado, visivelmente embriagado, ameaça os policias militares que efetuaram a prisão, inclusive de morte.

A produção da TV Guará entrou em contato com a assessoria do parlamentar que preferiu não se posicionar no momento e prometeu divulgar comunicado em breve para esclarecer os fatos.

Reincidente

Essa não é a primeira vez que o deputado Fábio Macedo está envolvido em algum tipo de confusão. No dia 19 de agosto de 2017, depois de sair de um restaurante localizado na Península da Ponta D’areia, onde estava na companhia do presidente da Assembleia Othelino Neto (PCdoB) e do senador Weverton Rocha (PDT), Fábio acabou batendo seu carro em outros quatro veículos que estavam parados na Ponta do Farol.

Segundo testemunhas, o deputado estava aparentemente embriagado, mesmo assim não foi submetido a teste de bafômetro. Na época, o caso foi abafado.

Reeleito

Fábio Macedo foi reeleito deputado estadual em 2018 com 34.873 votos