quarta-feira, 5 de outubro de 2022

Aumento de trote para SAMU cresce em 2021

Aumento de trote para SAMU cresce em 2021
Aumento de trote para SAMU cresce em 2021

Passar trotes para serviços de emergência é crime previsto no Código Penal e pode causar sérios riscos à saúde de quem realmente precisa de atendimento. Mesmo assim, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) da Prefeitura de São Luís registrou, entre junho e agosto, 7.125 chamadas criminosas dos mais de 58 mil telefonemas recebidos durante o período, o que, de acordo com a direção do serviço, pode implicar no deslocamento rápido da equipe e, consequentemente, no atendimento célere à vítima.

Diante da realidade de registros de trotes nos últimos 90 dias, em que foram identificadas quase 80 ligações criminosas a cada 24 horas, é como se uma das oito cabines de atendimento aos chamados existentes na sede administrativa do Samu em São Luís tivesse ficado indisponível à população ludovicense, fazendo com que o solicitante real do serviço se deparasse com a linha 192 ocupada.

” O trote atrapalha a gente dês da central de regulação tomando tempo do atendente, do médico até a ocorrência. Por vezes nós acabamos enviando uma ambulância pra uma ocorrência que não existe e com isso eu perco insumo, combustível e ainda perco a equipe que poderia atender uma outra pessoa, que naquele momento esteja realmente precisando.” Afirmou o Michael Marques diretor geral SAMU São Luís.

O Samu tem por objetivo otimizar o tempo-resposta entre os chamados da população e o encaminhamento aos serviços hospitalares de referência. A prioridade é prestar o atendimento à vítima no menor tempo possível, inclusive com o envio de médicos conforme a gravidade do caso. As unidades móveis podem ser ambulâncias e motolâncias, conforme a disponibilidade e necessidade de cada situação, sempre no intuito de garantir a maior abrangência possível.

– Publicidade –

Outros destaques