Boletim médico aponta que Bolsonaro foi diagnosticado com pneumonia


O presidente Jair Bolsonaro voltou a ter episódio isolado de febre na última quarta-feira (6) e se submeteu a um exame que detectou “imagem compatível com pneumonia”. As informações foram divulgadas pelo no novo boletim médico divulgado na tarde desta quinta-feira (7) pelo Hospital Albert Einstein.

Segundo o boletim, Bolsonaro não sente dor, está com uma sonda nasogástrica, dreno no abdome e recebe líquidos por via oral, ele passou por ajuste na antibióticoterapia, além de manter os demais tratamentos para sua recuperação.

O porta-voz do governo, Otávio Rêgo Barros, explicou que, após a febre de 38°C, os médicos “submeteram o presidente a uma tomografia que mostrou que o abdômen está em franca evolução, mas o pulmão tinha imagem compatível com pneumonia”.

Ele está internado desde o último dia 26, quando começou a se preparar para ser submetido a cirurgia de retirada da bolsa de colostomia e refazer a ligação intestinal.