sexta-feira, 30 de setembro de 2022

Bolsonaro chama PL dos absorventes de “auxílio Modess” e diz estar torcendo para Parlamento derrubar o veto

Em live nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro debochou do Projeto de Lei (PL) que previa a distribuição gratuita de absorventes para estudantes de baixa renda, mulheres em situação de rua e presidiárias, chamando o PL de “auxílio Modess”. Modess era uma marca de absorventes higiênicos.

Após vetar o benefício na última semana, Bolsonaro voltou a afirmar que teria que tirar recursos da Saúde e da Educação para financiar o projeto.

“É só o Parlamento derrubar o veto que aí a gente vai arranjar recurso do próprio Ministério da Saúde ou da Educação, ou dos dois […] ‘to’ torcendo para que derrubem, ‘to’ dando alternativa, aí a gente se vira e estende o auxílio Modess para todo mundo”, disse o presidente.

Bolsonaro vetou o projeto alegando que o PL violaria a Lei de Responsabilidade Fiscal por não indicar fonte de custeio ou medida compensatória. Ele ainda disse que a decisão seria para evitar o próprio impeachment.

O texto aprovado previa que o dinheiro para suprir as mulheres de rua e estudantes de baixa renda viria dos recursos destinados pela União ao SUS e a verba para as presidiárias do Fundo Penitenciário Nacional.

– Publicidade –

Outros destaques