sábado, 25 de junho de 2022

G10 Editora

Brasileiro ganha medalha de ouro em competição internacional de matemática

André Costa, 19 anos, estudante de Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), foi um dos dois brasileiros a receber medalha de ouro na 21ª Competição Internacional de Matemática para Estudantes Universitários (IMC), realizada em agosto na Bulgária.

 

A IMC contou com a presença de 324 estudantes de 73 universidades de todo o mundo. André dividiu com Henrique Fiúza, aluno do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), a 36º posição no ranking individual da competição.

 

Foram dois dias de evento e ele teve, ao todo, 10 horas para resolver 10 questões que envolviam álgebra e análise combinatória, entre outros conteúdos. Em uma das questões, foram usadas 20 folhas para tentar encontrar a resultado de um exercício.

 

A proposta para participar de competições de matemática foi feita, quando estava na 6º série, por um professor do Colégio Militar de Belo Horizonte, que o convidou para a Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM).

 

O convite para integrar o Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC) da UFMG, atividade voltada para o ensino de matemática para jovens que se destacam nas olimpíadas escolares.

 

Três horas para os estudos eram reservadas pelo adolescente mineiro, intensificando assim rotina de cálculos. A rotina de cálculos tornou-se cada vez mais frequente na vida do então adolescente.

 

A primeira medalha, conquistada em 2006. Depois dela, foram oito premiações de ouro em disputas estaduais e nacionais. A entrada no ensino médio não o impediu de continuar ganhando campeonatos pelo Brasil. Na verdade, com o ingresso na Preparação Especial para Competições Internacionais (PECI), programa destinado a preparar um grupo seleto de medalhistas de ouro da Olimpíada Brasileira de Matemática de Escolas Públicas (OBMEP), surgiram conquistas.

 

Mais de 10 premiações entre ouro, prata e bronze, formaram o acervo constituído através do conhecimento. André destaca a de prata na Olimpíada Internacional de Matemática, em 2011, e dois ouros na OBM, em 2009 e 2011.

 

(Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)

– Publicidade –

Outros destaques