quarta-feira, 1 de fevereiro de 2023

Casal suspeito de participar de grupo criminoso do Whatsapp é preso no interior

casal Suspeitos de participar de grupo criminoso

Erick Raphael dos Santos e Ivanilde Nogueira dos Santos foram presos pela Polícia Civil do Maranhao na última quarta feira(18), na zona rural da cidade de São Vicente do Férrer, os dois são suspeitos de participar de um grupo criminoso que clonava as linhas telefônicas e informações via Whatsapp entre as vitimas estão representantes políticos do Legislativo e do Executivo.

Segundo a polícia, a quadrilha agia a partir dos contatos da lista telefônica dos parlamentares, os golpistas alegavam serem os donos dos números clonados e pediam dinheiro informando que estavam com o limite de transferência bancário excedido e solicitavam que uma das pessoas da lista fizessem uma transferência para uma conta dada pelos suspeitos .

Entre as vitimas do golpe estão a governadora do Paraná, Maria Aparecida Borghetti, deputado federais, estaduais e ministros do estado, até boletos eram dados as vitimas para que fosse pagos.

A operação da ultima quarta-feira (18) que culminou na prisão dos dois suspeitos é um desdobramento da Operação Swindle, que signidica “fraude” iniciada na terça-feira (17) que já haviam prendido outros quatro indivíduos suspeitos de integrar a quadrilha que clonavam através do aplicativo de troca de mensagem. Entre eles estão Leonel Silva Pires Júnior, que seria o chefe da organização, a policia informa que o suspeito usava sua empresa para conseguir trocar os chips e cancelava o chip real e resgatavam no chip normal.

– Publicidade –

Outros destaques