sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Caso Laura Marão: motorista nega embriaguez ao volante

Carlos Diego Araújo foi ouvido pela titular da Delegacia de Acidentes de Trânsito (DAT), Valéria Beirouth.

 

 

Mesmo após os agentes de trânsito confirmarem sinais de embriaguez durante o acidente que causou a morte da pequena Laura Brunet Marão, de apenas oito anos, Carlos Diego Araújo Almeida, de 22 anos, acusado de ter provocado a colisão, negou, durante depoimento à polícia, que estava sob efeito de álcool. Carlos Diego Araújo foi ouvido pela titular da Delegacia de Acidentes de Trânsito (DAT), Valéria Beirouth.

 

 

Leia também:

 

 

Morre criança que sofreu acidente em São Luís;

Assassino vai responder por homicídio doloso;

Caso Laura Maranhão: adiado depoimento de acusado.

 

 

Segundo Beirouth, a polícia aguarda o laudo do Instituto de Criminalística do Maranhão (Icrim) para a conclusão do inquérito. Nos próximos dias, serão ouvidos os policiais que fizeram a condução do envolvido à delegacia. Por enquanto, ele responde ao processo em liberdade, mas pode ser indiciado por homicídio culposo – quando não há intenção de matar- ou doloso – quando há intenção de matar.

– Publicidade –

Outros destaques