quinta-feira, 17 de junho de 2021

Fique Ligado no São João na Guará
Com mudança do Cintra/IEMA, alunos ganham mais opções de cursos

Com mudança do Cintra/IEMA, alunos ganham mais opções de cursos

Imagens Gabriel Soares
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

A mudança do Centro Integrado do Rio Anil (Cintra) em Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) está ocorrendo de forma gradual. Considerada uma das maiores escolas da rede estadual de ensino do Maranhão, o Cintra/IEMA já oferece 13 cursos profissionalizantes na modalidade presencial, beneficiando mais de 700 estudantes.

“Os alunos que estão no ensino fundamental vão continuar fazendo o ensino fundamental. Nós vamos organizar a oferta e o espaço apropriado no próprio prédio. Os estudantes que estão fazendo o ensino médio vão concluir no Cintra, com o benefício dos cursos profissionalizantes do IEMA, que já começamos a oferecer. E a implantação da nossa Unidade de Ensino Médio de Tempo Integral, começa a partir de 2020”, afirma o reitor do Cintra, Jhonatan Almada.

Por enquanto, o Cintra/IEMA oferece os cursos de: Artes Plásticas, Inglês Básico, Cabeleireiro, Música, Corte e Costura, Instalação e Manutenção de Ar Condicionado, Cuidador de Idoso, Reparo e Manutenção de Celulares, Dança, Robótica Educacional, Estética, Tortas e Salgados e Informática Básica, que têm carga horária entre 80 a 160 horas.

“O Cintra existe em uma região que tem grande demanda por educação profissional.  Estamos cumprindo uma meta de gestão e cumprindo uma demanda que existe daquela juventude por educação”, destaca o reitor do Cintra, Jhonatan Almada.

Ainda como parte da primeira etapa de transição, equipes do IEMA vêm realizando rodadas de diálogos sobre a mudança de ensino regular para a oferta de ensino em tempo integral, com líderes de todas as turmas e séries da escola para esclarecimento de dúvidas dos alunos (representantes de toda a comunidade escolar).

Além dos cursos profissionalizantes, ofertados por meio da Unidade Vocacional do IEMA/Cintra, e do Ensino Médio em tempo integral – que, a partir de 2020, começará a ser ofertado de maneira gradativa, na unidade, seguindo a implantação com os novos estudantes que adentrarão o ensino médio, no 1º ano, e, avançando até 2022, o IEMA/Cintra continuará atendendo estudantes do Ensino Fundamental e da EJA (Educação de Jovens e Adultos) noturno, com real possibilidade de aumento de vagas.

 

Mudança

Neste ano, o vereador Marcelo Poeta (PCdoB) fez uma indicação à Câmara Municipal de São Luís para a transformação do Cintra em IEMA. Então, o poder municipal encaminhou o pedido ao Governo Estadual que, após aprovação na Assembleia Legislativa, editou uma Medida Provisória determinando a substituição da instituição vinculada à Fundação Nice Lobão.

O vereador assinou junto ao secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, o edital que abre 735 vagas para 13 cursos. A unidade de ensino funciona no Anil e vai beneficiar também os bairros adjacentes.

Podem se inscrever adolescentes, jovens e adultos com ensino fundamental incompleto e ensino superior. Todas as informações podem ser consultadas nos ites www.iema.ma.gov.br e www.educacao.ma.gov.br.

 

– Publicidade –

Outros destaques