segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

Auxílio Combustível Governo do Maranhão

Como manter o equilíbrio na pandemia

Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Viver é uma eterna construção e desconstrução, é uma adaptação diária, é um constante encarar sentimentos, organizar pensamentos, resinificar tudo. E tô falando na vida dita normal. Agora imagina viver administrando tudo isso em tempos de pandemia, distanciamento social, isolamento, medo e dor.

Muitas pessoas se perguntam o que fazer no meio desse furacão, como segurar essa barra. Não tá sendo fácil pra ninguém, mas o importante é seguir tentando.

Permita-se dar umas dicas:

1.       Estabelecer uma rotina positiva: Pela manhã, ao acordar, realize práticas positivas, sejam elas orações, meditação, exercícios físicos. Tome o café da manhã, com calma, sentindo o gosto de cada alimento, tome sol, da janela ou sacada, se não tiver quintal. Aproveita pra se olhar, se cuidar, descobrir qual é a mensagem que essa pandemia quer passar para você. Porque a cada pessoa ele toca de forma diferente, descubra qual é a sua mensagem. Desacelerar é ver os detalhes da sua existência, do caminho que você fez até aqui na vida, ver o filme dos dias em close, em detalhes, é o tempo dado de presente para entender a sua missão de vida.

2.       Meditação:  Temos que começar sendo presença, pois de tudo, o que importa é o aqui e agora, então é respirar e se concentrar. A meditação é uma ferramenta que te ajuda alcançar a atenção plena, a presença.

3.       Evite noticiário negativo: Se você for muito impressionado ou se for ansioso, evite o bombardeio de informações dos meios de comunicação. Esse excesso de notícias, característica do nosso mundo moderno, pode ser considerado um dos fatores que motivam a ansiedade. As pessoas ficam muito angustiadas e tendem a bloquear as notícias boas, vendo só o que é ruim, negativo. E convenhamos: vibrar no negativo é atrair o negativo e isso dificulta quebrar esse ciclo. Não estou dizendo para ficar alienado! Mas é importante estabelecer limites. Comece escolhendo um horário para ver as notícias, o melhor é que seja uma vez por dia e pronto. E lembre-se que para os ansiosos o celular é um grande vilão. Evite ver as notificações, correntes de WhatsApp, mensagens dos grupos, que muitas vezes são fake e, também, evite pesquisar notícias que podem colocar você mais para baixo. É pra fazer uma faxina mesmo!

4.       Acolher: Veja que aqui não estou falando da escolha de um noticiário na TV, falo de situações de perda e dor, de fatos que independem da sua vontade, como a morte de um ente querido ou uma demissão. Para essas dores é fundamental estarmos prontos para acolher o que vier, e ver de perto qual é a lição que se pode tirar deste momento, e entender que sim, tiramos lições de tudo. É aquela história de que quando conseguimos encarar o “mostro”, descobrimos que ele não é tão feio quanto parece. É necessário só tomar cuidado para não se maltratar, entender e respeitar seus limites, ir se fortalecendo aos poucos e ter a consciência que esta fortaleza está dentro de cada um.

5.       Refazer laços afetivos: Que tal se, em vez de pensar em tanta informação e energia tóxica, aproveitar para mandar textos, áudios, fazer vídeo chamadas para um parente distante, um amigo que nunca mais falou, uma tia, um colega, mas pra saber da pessoa, não do Corona! É tempo de reatar amizades boas, de estabelecer contatos do bem, usar a internet para vibrar o amor. Trilhar um outro caminho.

6.       Atenção à alimentação: Alimente-se de forma adequada, saudável. Então, corra pra longe de gorduras, frituras e doces em excesso. Fuja de processados e ultra processados, pois isso acaba com sua vibração positiva e entristece a alma. Os chineses e indianos já falavam disso há milhares de anos. Alimentação cura, você é o que você come. Ah, hidrate-se também!

7.       Encontre o equilíbrio: Encontrar o equilíbrio na vida é fundamental. Essa dica serve tanto para quem está em distanciamento, quanto para quem não teve esse privilégio de ficar em casa e continua trabalhando. Organizar a vida, reservando espaços de igual importância para as tarefas profissionais, pessoais, para família, amigos, para a diversão é o segredo de manter-se bem.

Dica extra da terapeuta:

Para quem precisa de um auxílio para centrar, acalmar nesses tempos, a dica é óleo essencial de lavanda. Eu uso diariamente no difusor pessoal ou no travesseiro para uma boa noite de sono (uma gotinha).

Se você percebeu que essa loucura toda te deixou um tanto egoísta, ou desapegado demais, é hora de equilibrar o “dar e receber”, usando óleo essencial de gerânio (uma gotinha no difusor pessoal, 5 no difusor de ambiente).

Para levar o benefício pra família toda, pode usar óleo essencial de Lemon Grass (capim limão) que acalma e une as pessoas (cinco gotas no difusor de ambiente).

Alinho meu coração com o teu.

 

 Anne Glauce Freire 

É Comunicóloga e Terapeuta Integrativa, com foco em Reiki Tradicional Usui. 

Pode encontrá-la no Instagram: @positivaravida e @anneglaucefreire 

Se preferir pode seguir o canal Positivar a Vida, no Telegram: t.me/positivaravida 

– Publicidade –

Outras publicações