sábado, 23 de outubro de 2021

Auxílio Combustível Governo do Maranhão

Como surgiu o Dia do Cachorro Quente

Como surgiu o Dia do Cachorro Quente
Como surgiu o Dia do Cachorro Quente
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Cachorro quente ou hot dog? Seja lá a forma como você prefere chamar esse tipo de lanche, sabemos que é uma paixão internacional. E, no dia do Cachorro Quente, comemorado hoje dia 09 de setembro, não poderíamos deixar de te contar um pouco sobre sua origem.

Afinal, por que cachorro quente e onde ele surgiu?

Originalmente inventada pelo povo babilônio em meados de 1.500, e melhorada pelos alemães em 1850, a salsicha passou a ter fama após um cozinheiro de Frankfurt ter um cão da raça Bassê, e a salsicha produzida por ele passou a ser chamada assim.

Um imigrante alemão chamado Charles Feltman, levo essa novidade para os EUA em 1880 com alguns itens extras. Ele montou um lanche quente com pão, salsicha e molhos. O sucesso foi tão grande que ele acabou abrindo um restaurante próprio para vender sua criação. Porém, foram apenas nos estádios de futebol americano que o lanche ganhou fama.

“Conta-se que durante um jogo, em 1906, um vendedor gritava nas arquibancadas: “Get your hot dachshund” (Pegue seu dachshund quente). O cartunista Tad Dorgan, presente ao estádio, não perdeu a chance de ilustrar a cena. Porém, como não entendida a palavra dachshund, escreveu na legenda: “Get your hot dogs” (Pegue seus cachorros quentes). E o nome pegou.” – Superinteressante, 2016.

Acredita-se que essa tradição tenha sido iniciada pelo proprietário de um bar em St. Louis, Chris Von de Ahe, um imigrante alemão que também era dono de um time de beisebol local. Dizem que os alemães sempre a comiam com pão, mas há quem reinvidique que a criação do lanche é americana porque um vendedor em St. Louis a princípio oferecia luvas para seus clientes comerem a salsicha sem se queimarem. Como quase nunca devolviam e ele estava no prejuízo, o cunhado padeiro deu a ideia de colocar a salsicha no meio de um pequeno pão e assim teria surgido o cachorro-quente.

No Brasil, cada estado tem suas diferenças. Em São Paulo, por exemplo, o famoso “dogão” pode levar purê, vinagrete, batata palha, milho, e o que mais a criatividade permitir! Já pede o seu para comemorar em grande estilo.

– Publicidade –

Outros destaques