Fibromialgia atinge 25% da população

Atualmente, 37% da população do país convive com algum tipo de dor crônica, de acordo com dados da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (SBED). Nesse cenário, a fibromialgia aparece como uma das principais causas, sendo uma das condições mais atendidas no consultório do reumatologista, onde representa mais de 10% dos diagnósticos.

A doença está presente em até 25% da população brasileira com predomínio no sexo feminino, principalmente entre os 35 e 44 anos. Em alguns casos, até um abraço pode doer. É como se o sistema cerebral que regula a dor casse supersensível aos estímulos externos.

E embora a doença seja mais comum a partir dos 35 anos, também há casos em pessoas mais jovens e, até mesmo, em crianças a partir dos 4 anos e adolescentes. A causa da doença ainda não é bem estabelecida, mas sabe-se que ela é mais frequente em indivíduos de uma mesma família.

Veja a matéria completa: