segunda-feira, 3 de outubro de 2022

Desembargador Paulo Velten se torna o 3º governador do Maranhão em dois meses

O desembargador Paulo Velten toma posse como governado interino do Maranhão e se torna o terceiro chefe do executivo em dois meses. Nesta quarta-feira (1º), o presidente do Tribunal da Justiça do Maranhão (TJ-MA), desembargador Paulo Sérgio Velten Pereira, tomou posse como governador interino do Estado. A cerimônia de posse foi realizada às 9h, no Palácio dos Leões, no Centro de São Luís.

Paulo Velten assume o Poder Executivo Estadual por tempo indeterminado em substituição ao governador Carlos Brandão, que ainda se recupera de um procedimento cirúrgico realizado na semana passada.

O afastamento de Carlos Brandão foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) nesta terça-feira (31). Por meio da Mensagem Governamental nº 039/2022, encaminhada ao Poder Legislativo, o governador Brandão solicitou autorização para que, na forma do Artigo 62 da Constituição Estadual, ele possa, quando necessário, afastar-se do estado ou do país, seja em missão oficial ou para tratar de interesse particular, sendo a autorização válida para qualquer período do ano de 2022.

Governo interino

O presidente do TJ-MA assume o governo na ausência de Carlos Brandão e do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema), o deputado Othelino Neto, que também está fora do estado, obedecendo, assim, a linha sucessória do Governo do Estado.

O primeiro compromisso de Paulo Velten como governador do Maranhão é na manhã desta quarta, no bairro da Vila Palmeira, para a entrega de títulos de regularização fundiária.

Durante a tarde, Velten participa às 14h, no município de Raposa, da inauguração do Colégio Militar Tiradentes XII e realiza visitas técnicas em obras de infraestrutura. Em seguida, às 17h30, participa da cerimônia de posse para o biênio 2022-2024, do novo defensor público Geral do Estado, Gabriel Santana Furtado Soares.

3º governado em 2 meses

Paulo Velten se torna o terceiro governado do Maranhão em menos de dois meses, pois o ex-governador Flávio Dino deixou o comando do estado no dia 1º de abril e Carlos Brandão tomou posse no dia seguinte. Após ser acometido por um enfermidade, o chefe do executivo pediu afastamento e Paulo Velten assumiu interinamente por tempo indeterminado.

– Publicidade –

Outros destaques