terça-feira, 23 de julho de 2024

Dia da Terra é celebrado nesse sábado para a sensibilizar sobre a importância de preservar o planeta

Grupo Potiguar tem ações de sustentabilidade e está sensível à causa do meio ambiente

Nesse sábado, dia 22 de abril, é comemorado o Dia da Terra; data foi estabelecida em 2009 pela Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU).O Dia da Terra tem como propósito informar a população sobre os danos ao meio ambiente e a importância da preservação dos ecossistemas. Trata-se de uma data que visa dar visibilidade às causas ligadas ao meio ambiente e provocar uma ampla reflexão sobre como as ações do dia a dia afetam o planeta.

Antes da oficialização pela ONU, o primeiro Dia da Terra na década de 70, mobilizou universitários da universidade americana de Harvard, para ajudar a promover a data junto com o ex-senador Gaylord Nelson. Ao longo dos anos, vários países têm se mobilizado em prol da data, com ações de impacto: 28 milhões de árvores já foram plantadas no Afeganistão no Dia da Terra; na comemoração de 2012, mais de 100.000 pessoas andaram de bicicleta na China para reduzir as emissões de CO2 e economizar combustível. Já no Panamá, 100 espécies ameaçadas de orquídeas foram plantadas e mantidas para evitar sua extinção, em homenagem ao Dia da Terra.
Mas não basta ser ativo somente em uma data comemorativa. A crise ambiental e as mudanças climáticas globais são uma prova do quanto o planeta pede socorro para continuarmos existindo. A ação de transformação precisa ser coletiva; com pequenos, mas importantes gestos de toda sociedade, só assim poderemos reverter os problemas ambientais. Como bem disse o ativista e autor Paul Polman “o custo da inação se torna significativamente maior do que o custo da ação”.
E todos podem ajudar a salvar o Planeta Terra, simplesmente adotando novos hábitos, consumindo com responsabilidade e adotando novos produtos mais sustentáveis, por exemplo. Algumas ações podem ser adotadas de forma imediata para pessoas e empresas, tais como: usar menos papel e só imprimir o que for essencial; trocar o carro pela bicicleta ou pela caminhada quando possível; substituir o plástico por outros materiais; e trocar produtos de limpeza que agridam o meio ambiente por outros ecológicos, entre outras ações.

O consumo de todos os bens deve ser mais consciente e planejado, a exemplo da água, que é um recurso natural essencial para a vida, mas cuja escassez pode ameaçar a todos na Terra. Portanto, é preciso fazer uso de água de forma racional – ao lavar a louça, limpar a casa, e tomar banho de forma mais otimizada, gastando menos água e adotando torneiras e vasos sanitários mais sustentáveis e com dispositivos reguladores por exemplo.

Em todas as lojas do Grupo Potiguar há linhas de produtos com essa pegada mais ecológica: Torneiras com sistema de arejador, que misturam ar com a água e reduzem o consumo; Torneiras com acionamento de ¼ de volta, que também diminuem o consumo; além de vasos sanitários com acionamento duplo, reduzindo em até 35% da água a ser utilizada. Já na parte de elétrica, a dica é economizar energia com o uso de lâmpadas mais eficientes que consomem menos energia; e aparelhos de ar- condicionado com selo do Procel, que indica o uso mais eficiente da energia.

Outra questão de suma importância diz respeito ao descarte adequado de materiais. Ao dar uma destinação correta para certos tipos de materiais, evita-se o descarte incorreto, o que evita poluir ainda mais a natureza. E outro bom exemplo nesse quesito vem do Grupo Potiguar. A empresa, por iniciativa própria, fez uma parceria com a Reciclus (reciclus.org.br) – uma associação sem fins lucrativos de reciclagem de lâmpadas fluorescentes. E instalou diversos coletores onde as pessoas podem levar suas lâmpadas fluorescentes queimadas para descartar com segurança. As lâmpadas recolhidas são enviadas pela Potiguar para a Reciclus dar a destinação final ao material. Esses coletores já estão à disposição de todos, nas lojas Potiguar da Forquilha, Centro, Cohama e Cohafuma em São Luís; e também, na loja Potiguar Imperatriz.

“Somos uma empresa cem por cento maranhense, e como tal entendemos que nossa missão é ajudar a desenvolver o nosso Estado, e isso inclui também preservar o meio ambiente ao máximo. Estamos muito sensibilizados com a causa ambiental e atentos no dia a dia da nossa operação como varejistas, para mudarmos hábitos, adotar medidas mais ecológicas. Também apostamos na reciclagem e na reutilização nobre de materiais descartados, a exemplo do nosso projeto socioambiental das oficinas de reciclagem de lonas. Estamos abertos à inovação e preocupados em fazer a nossa parte em prol do meio ambiente” disse Camila Brasil, sócia e diretora de marketing do Grupo Potiguar.

O projeto “Oficina de Costura & Reciclagem de Lonas” que Camila Brasil mencionou acontece desde 2017 por iniciativa própria da empresa, e reúne sustentabilidade, reciclagem e empoderamento feminino. E abraça duas causas importantes – a do empoderamento feminino através da capacitação de mulheres para o trabalho e o respeito ao meio ambiente, com o fomento à reciclagem através do modelo de upcycling (dar um novo propósito a materiais que seriam descartados).

Trata-se de um mini-curso de corte e costura ofertado gratuitamente pela Potiguar para mulheres de baixa renda em comunidades de vulnerabilidade social da cidade sazonalmente. As mulheres aprendem uma nova habilidade – a costura, e usam as lonas plásticas doadas pela empresa para confeccionar diversos materiais como aventais, bolsas e mochilas que podem ser revendidas por elas. As lonas plásticas de propaganda que o Grupo Potiguar antes descartava, com o projeto ganharam um novo e nobre destino: Servir de matéria prima para gerar trabalho e renda, e mais dignidade social. A Potiguar contrata a artesã Maria Divina para ministrar as aulas, e ela também recebe regularmente banners doados pela Potiguar para a reciclagem junto a outros grupos que a profissional coordena.

Esses exemplos mostram claramente que mais empresas e pessoas físicas também podem, e devem, ajudar a preservar e regenerar o meio ambiente. Que o Dia da Terra sirva para sensibilizar mais pessoas para essa causa que é de toda a sociedade.

FOTOS – DIVULGAÇÃO:

F1 – 8168) A sócia e Dir. de MKt do Grupo Potiguar Camila Brasil e o Coord. de MKT Anderson Penha exibem orgulhosos uma bolsa feita com banner plástico reciclado, confeccionada por alunas do projeto social da empresa.

F2 – 16) A artesã Maria Divina ensina a arte da costura a mulheres da periferia de São Luís em projeto social do Grupo Potiguar, que recicla lonas plásticas doadas pela empresa.

F3 – lâmpadas) Coletores para descarte ecológico de lâmpadas fluorescentes estão à disposição da população nas lojas de Imperatriz e de São Luís Centro, Cohama, Cohafuma e Forquilha).

F4 – docol) Nas lojas Potiguar há diversos produtos com pegada ecológica, como torneiras que regulam e reduzem o jato de água, ajudando a economizar.

– Publicidade –

Outros destaques