quinta-feira, 30 de junho de 2022

G10 Editora

Dilma lidera em três regiões, e Marina ganharia em duas, diz Datafolha

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (10) mostrou, mais uma vez, estabilidade na corrida eleitoral pelo Palácio do Planalto. As intenções de voto para a presidente Dilma Rousseff oscilaram dentro da margem de erro, de 35% para 36%.

 

A ex-senadora Marina Silva (PSB) segue acompanhando de perto a presidente — ela também oscilou dentro da margem de erro (de 34% para 33%) —, e o recorte por regiões ajuda a entender por que Dilma ainda segue na frente.

 

Apesar de Marina ter crescido na pesquisa de 30% para 35% no Centro-Oeste, Dilma subiu 10 pontos percentuais no Norte, de 38% para 48%, e manteve uma grande vantagem na região Nordeste, com 47% contra 31% de Marina, segunda colocada na região. Além de Norte e Nordeste, Dilma também lidera a pesquisa no Sul, com 35% das intenções de voto, contra 28% de Marina e 20% do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

 

Longe da disputa pelo primeiro lugar, o candidato tucano até subiu nas regiões Sul (de 16% para 20%) e Nordeste (de 5% para 8%), mas caiu no Centro-Oeste (de 22% para 16%) e no Norte (de 14% para 10%). No Sudeste, Aécio pérmaneceu com os 18% que a última pesquisa havia indicado.

 

Idade e escolaridade

 

Quando se trata de idade, Marina lidera entre os mais jovens. Hoje, ela teria 38% dos votos dos eleitores de 16 a 24 anos e 39% dos votos dos eleitores de 25 a 34 anos. Já Dilma lidera as intenções de voto com mais de 37% entre os eleitores com mais de 35 anos.

 

Dilma também segue liderando entre os eleitores menos instruídos: 45% dos eleitores com ensino fundamental votariam na presidente. Já Marina lidera entre os eleitores com ensino médio (36% contra 33% de Dilma) e superior (42% contra 22% de Dilma). Aécio Neves aparece em terceiro lugar nas pesquisas em todos os cortes etários e por escolaridade, mas subiu de 19% para 22% entre os eleitores com ensino superior.

 

Estabilidade

 

A pesquisa Datafolha publicada nesta quarta-feira corroborou os resultados de outros levantamentos divulgados nos últimos dias. Apesar de o Instituto Vox Populi apontar uma distância maior entre Dilma e Marina no primeiro turno (de 36% a 28%, respectivamente), a pesquisa encomendada pela revista Carta Capital e divulgada também nesta quarta aponta um empate técnico entre as duas candidatas num provável segundo turno, com 42% para Marina e 41% para Dilma.

 

O levantamento do Datafolha, que tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, aponta Marina com 47% no segundo turno e Dilma com 43% — ou seja, as duas poderiam estar empatadas com 45%. 

 

(Foto: Eduardo Enomoto/R7)

– Publicidade –

Outros destaques