segunda-feira, 21 de junho de 2021

Arraial Live Guará - Faltam 2 dias
Dois policiais são presos suspeitos de assassinato do prefeito de Davinópolis

Dois policiais são presos suspeitos de assassinato do prefeito de Davinópolis

Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

A Polícia Civil do Maranhão cumpriu na manhã desta terça-feira (11), mandados de prisão contra os suspeitos do assassinato de Ivanildo Paiva, prefeito de Davinópolis, no dia 11 de novembro. Entre os presos, até o momento, estão dois policiais.

Foram presas quatro pessoas, Francisco de Assis Bezerra, policial militar conhecido como Tita, do estado do Pará; Willame Nascimento da Silva, policial militar de Grajaú; José Denilton Guimarães, que segundo investigações teria contratado os executores; e Jean Dearlen dos Santos, conhecido como Jean Listrado, que seria pistoleiro da região.

A operação cumpre mandados de busca e apreensão e prisão nas cidades de Barra do Corda, Grajaú e Imperatriz, no Maranhão, e Dom Elizeu, no Pará.

As prisões desta terça-feira (11) é a primeira parte da operação para prender os envolvidos na execução do crime. Na sequência, com os depoimentos deles, a polícia pretende chegar aos mandantes e entender a motivação do homicídio.

Entenda o caso

O prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva, foi morto no dia 11 de novembro. O corpo estava cerca de 2 km da sede da sua fazenda, na zona rural do município. No corpo de Ivanildo haviam marcas de tortura e cerca de sete disparos causados por arma de fogo.

O carro do prefeito foi encontrado abandonado na BR-010, em Imperatriz. Após o ocorrido, as investigações apontam que o crime foi planejado e com um mandante.

– Publicidade –

Outros destaques