terça-feira, 7 de fevereiro de 2023

Dois policiais são presos suspeitos de assassinato do prefeito de Davinópolis

A Polícia Civil do Maranhão cumpriu na manhã desta terça-feira (11), mandados de prisão contra os suspeitos do assassinato de Ivanildo Paiva, prefeito de Davinópolis, no dia 11 de novembro. Entre os presos, até o momento, estão dois policiais.

Foram presas quatro pessoas, Francisco de Assis Bezerra, policial militar conhecido como Tita, do estado do Pará; Willame Nascimento da Silva, policial militar de Grajaú; José Denilton Guimarães, que segundo investigações teria contratado os executores; e Jean Dearlen dos Santos, conhecido como Jean Listrado, que seria pistoleiro da região.

A operação cumpre mandados de busca e apreensão e prisão nas cidades de Barra do Corda, Grajaú e Imperatriz, no Maranhão, e Dom Elizeu, no Pará.

As prisões desta terça-feira (11) é a primeira parte da operação para prender os envolvidos na execução do crime. Na sequência, com os depoimentos deles, a polícia pretende chegar aos mandantes e entender a motivação do homicídio.

Entenda o caso

O prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva, foi morto no dia 11 de novembro. O corpo estava cerca de 2 km da sede da sua fazenda, na zona rural do município. No corpo de Ivanildo haviam marcas de tortura e cerca de sete disparos causados por arma de fogo.

O carro do prefeito foi encontrado abandonado na BR-010, em Imperatriz. Após o ocorrido, as investigações apontam que o crime foi planejado e com um mandante.

– Publicidade –

Outros destaques