segunda-feira, 27 de junho de 2022

G10 Editora

DPE-MA realiza mais de 2.700 atendimentos em mutirão de documentação para indígenas

A Defensoria Pública do Estado do Maranhão (DPE/MA) e os órgãos parceiros encerraram o I Mutirão de Documentação Básica para os Povos Indígenas com um saldo muito positivo: mais de 2.700 atendimentos realizados para indígenas de 16 aldeias da região de Itaipava do Grajaú. A ação, que também ofertou serviços de saúde, ocorreu durante os dias 18 e 22 de abril.

Os atendimentos para indígenas das etnias Guajajara e Timbira foram realizados em parceira com a Prefeitura de Itaipava do Grajaú, Prefeitura de Grajaú, Ministério Público da comarca de Grajaú, Tribunal de Justiça da comarca de Grajaú, Instituto de Identificação (Ident), Viva Procon, Força Estadual de Saúde, Funai, DSEI, Conselho Indigenista e secretarias municipais de Saúde, Educação e Assistência Social.

Serviços

Durante os cinco dias da força-tarefa, os indígenas puderam solicitar de forma fácil e rápida a emissão de documentos como RG, CPF, CTPS, cartão do SUS, registro de nascimento e registro tardio, documentos essenciais para o acesso a direitos.

Para o defensor-geral do Estado, Alberto Bastos, a união dos órgãos públicos foi fundamental para a rápida emissão dos documentos e a entrega aos titulares no mesmo dia, garantindo assim a cidadania para os indígenas da região. “Com o devido registro civil, essas pessoas poderão ter acesso aos seus direitos e também a programas sociais, pois também realizamos a inclusão e atualização do cadastro único. Isso permitirá uma vida com mais dignidade aos indígenas que foram assistidos e seus familiares”, disse.

Na área de saúde, foram 520 de atendimentos, dentre aferição de pressão arterial, glicemia sistêmica, consulta de enfermagem, vacina tríplice viral/COVID, glicemia, verificação de pressão arterial, teste de HIV/sífilis/hepatite B e C, atendimento médico, psicológico, administração de medicação além de palestras de educação e saúde.

– Publicidade –

Outros destaques