sexta-feira, 25 de novembro de 2022

Economia: exportações ameaçadas

Os novos pedidos de exportações nas principais economias estão caindo. Com destaque para Alemanha (azul), igualando às mínimas de 2019. A recessão global está chegando, e a zona do euro indo mais rápido devido a crise energética ocasionada pelas sanções contra a Rússia.

O gráfico evidência o fraco nível de pedidos de exportações das principais economias, ou seja, significa que a demanda está caindo em escala global. E devemos ter um recuo nos preços das commodities metálicas e energéticas. Porém, alerto que os alimentos continuam sendo demandados devido a crise alimentar global e inflação, mas deveram recuar nos preços.

E diante deste cenário, concluo que o Brasil continuará crescendo às suas exportações de alimentos e continuará dando um suporte ao PIB brasileiro.

Wagner Matos – economista

– Publicidade –

Outros destaques