Empresa demite brasileiro que aparece em vídeo na Rússia

A empresa Latam demitiu nesta última quarta-feira (20) o brasileiro Felipe Wilson, que aparece em um vídeo com mulheres russas durante a Copa do Mundo.

Felipe e um amigo gravaram um vídeo em que aparecem pedindo a três russas que repitam o que eles falam. Elas seguem as instruções e dizem: “Eu quero dar a b****a para vocês”. A frase é seguida de risos e comemoração por parte dos dois homens.

O ex-funcionário da Latam é apenas um dos brasileiros envolvidos em casos de machismo na Copa. Além dele, outros quatro já foram identificados: o engenheiro civil Luciano Gil Mendes Coelho, do Piauí; o Policial Militar Eduardo Nunes, de Santa Catarina; o político Diego Valença Jatobá, de Pernambuco; e Leonardo da Silva Junior, conhecido como Leo Catuaba Selvagem Valente.