terça-feira, 4 de outubro de 2022

Escolas de São Luís realizam autoavaliação para melhoria da educação

Foto: Reprodução

A Escola Mary Serrão e a Creche Escola Maria Jesus Carvalho estão sendo piloto num processo de mobilização e aplicação de instrumento de autoavaliação

São Luís, 7 de abril de 2022 – Equipes escolares e famílias das unidades de ensino básico Mary Serrão e Creche Escola Maria Jesus Carvalho se mobilizam para avaliação conjunta dos indicadores e definição de estratégias para melhoria da educação ao longo do ano. Essas unidades são piloto do projeto Unidade Amiga da Primeira Infância (Uapi), uma parceria da Prefeitura de São Luís com o UNICEF. Uma das etapas iniciais do desenvolvimento da Uapi é a realização de uma linha de base a partir dos Indicadores da Qualidade na Educação Infantil – INDIQUEi. Ao final do ano, serão realizados novos encontros para uma avaliação dos avanços obtidos.

“Foi muito prazerosa a mobilização da comunidade escolar e familiar para participar da avaliação e de todo o processo de engajamento, isso tem sido muito importante para a educação de São Luís. Isso vai impactar a vida dessas crianças a longo prazo, pois a escola foi aberta para ouvir coisas novas. O UNICEF, quando traz essa proposta de reflexão dos pontos que podem ser potencializados e outros melhorados, nos permite rever nossa atuação. A metodologia impacta a mudança de vida dos nossos alunos e nos permite ter um novo olhar daqui para a frente”, compreende Maria de Jesus Ramos Veras, gestora da Escola Mary Serrão.

“Estamos muito felizes com as mobilizações nas escolas-piloto. É muito importante todo o esforço que os gestores, comunidade escolar e familiar têm feito para garantir a qualidade de vida das crianças na primeira infância. Pretendemos obter resultados expressivos que nos estimulem a expansão da estratégia para outras escolas. Juntos podemos realizar mais esse avanço”, almeja Ofélia Silva, chefe do escritório do UNICEF em São Luís.

A Uapi é um projeto de assistência técnica, capacitação, monitoramento, acompanhamento e certificação da melhoria da oferta de serviços e do diálogo entre profissionais e famílias, para garantir o pleno desenvolvimento das crianças de até 6 anos. “Este momento é essencial para a escola, para que a gente consiga essa certificação. Esse selo de qualidade de Unidade Amiga da Primeira Infância (Uapi) é importante até para abrir espaço para outras escolas. Mas, antes disso, precisamos consultar a nossa comunidade, os profissionais, pais e toda a comunidade escolar para que possamos, de maneira democrática, dizer para eles o que precisamos melhorar e quais os nossos avanços para nos tornarmos cada vez mais uma Unidade Amiga da Primeira Infância”, reforça Aquiles Berredo, gestor da Creche Escola Maria Jesus Carvalho.

O planejamento e a preparação para os encontros são apoiados pelas professoras da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) especialistas em Educação Infantil que fazem parte do comitê científico da Uapi e estão empenhadas em acompanhar as duas escolas em todo o processo, além da Secretaria Municipal de Educação de São Luís (Semed) e de especialistas do UNICEF.

“A realização da autoavaliação do INDIQUEi pelas unidades, com a participação de toda a comunidade escolar, é um importante passo de fortalecimento da gestão democrática nas escolas, e de atenção integral à primeira infância no município de São Luís. Garantir esses espaços de escuta e diálogo é fundamental para proporcionar tanto o reconhecimento do trabalho que já vem sendo desenvolvido, como para apoiar a elaboração e o monitoramento de estratégias de melhoria que impactem efetivamente a vida das crianças e suas famílias”, destaca Anelise Timm, consultora especialista em primeira infância do UNICEF.

“Estamos com uma parceria junto com o UNICEF para desenvolver o trabalho da Uapi, que é de certificação de instituições amigas da primeira infância. Esse é um processo de autoavaliação da instituição, de participação das famílias e da comunidade escolar, para avaliar o trabalho que está sendo feito focado nas crianças”, informou Fabiana Canavieira, professora doutora do Comitê Científico da Uapi.

O documento Indicadores da Qualidade na Educação Infantil foi elaborado pela Ação Educativa, sob a coordenação conjunta do Ministério da Educação (MEC) – por meio da Secretaria da Educação Básica –, da Fundação Orsa, da Undime e do UNICEF. O instrumento consiste numa proposta metodológica de avaliação participativa e em um conjunto de indicadores por meio dos quais a comunidade analisa a situação de diferentes aspectos de sua realidade, identifica prioridades, estabelece planos de ação, implementa e monitora seus resultados.

“A Uapi tem como prioridade a avaliação da primeira infância, indicadores de qualidade que estão voltados para cuidar dessa infância. Temos iniciado a construção de uma linha de base por meio da aplicação de uma metodologia importante de avaliação que é o INDIQUEi, que traz alguns critérios específicos voltados para a qualidade da infância”, declara Patrícia Caldas, chefe da Assessoria Técnica e Pedagógica da Semed.

As estratégias de melhoria da qualidade da educação pretendem impactar cerca de 577 crianças da unidade de ensino básico e da creche escola. Para Patrícia dos Santos Almeida, mãe de Maria Jéssica, participar dos encontros de autoavaliação do INDIQUEi tem sido uma oportunidade de participar ativamente do desenvolvimento de sua filha.

“É importante, pois nos tornamos amigos da escola e podemos acompanhar de perto o desenvolvimento de nossos filhos, ajudar a coordenação da escola no possível, com participação em reuniões para levantarmos ideias de melhorias para nossa escola. Sermos verdadeiros amigos da escola”, pontua Patrícia.

A intenção é de que a experiência da realização do INDIQUEi nas duas escolas da Uapi tenha resultados capazes de estimular sua disseminação nas demais escolas da rede municipal.

– Publicidade –

Outros destaques