quarta-feira, 17 de julho de 2024

Ex-volante do Sampaio é banido do futebol brasileiro por envolvimento em apostas. Vejam as outras sentenças

O julgamento de cinco ex-jogadores do Sampaio Corrêa aconteceu na ontem, terça-feira (6), a 5ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Dos cinco atletas julgados, quatro foram punidos e um absolvido, sendo que entre os punidos, Ygor Catatau foi banido do futebol brasileiro.

O ex-jogador do Vasco, que atuou em 2022 pelo Sampaio Corrêa, hoje joga no Irã, e foi identificado pelos auditores do tribunal como intermediário do grupo de cinco jogadores do Sampaio Correa e que foram denunciados pela Procuradoria do STJD.

Como atua no Irã, o atacante pode seguir a carreira fora do país, sem efeito do banimento, por enquanto. O advogado Felipe Macedo, que representou Catatau, disse que vai recorrer da pena.

O zagueiro Paulo Sérgio, de 34 anos, que é considerado um ídolo do clube maranhense, com grandes conquistas e acessos, recebeu a mesma pena de Mateusinho, com 720 dias afastado, mais multa de R$ 70 mil.

Outro punido foi o volante André Luiz Guimarães Siqueira Júnior, mais conhecido como André Queixo. Ele deve pagar multa de R$ 50 mil. Queixo atua no Nam Dinh, do Iraque, depois de atuar pelo Ituano no início de 2023.

Absolvido

Os auditores do STJD absolveram o zagueiro Allan Godói, ex-jogador do Sampaio Correa, hoje no Operário (PR). De acordo com os auditores, as provas contra o jogador de 30 anos eram insuficientes.

Veja o resumo das sentenças:

  • Allan Godói – zagueiro – hoje no Operário (PR) – absolvido
  • André Queixo – volante – hoje no Nam Dinh (Iraque) – multa de R$ 50 mil
  • Mateusinho – lateral – hoje no Cuiabá (MT) – 720 dias, multa de R$ 50 mil
  • Paulo Sérgio – zagueiro – hoje no Operário (PR) – 720 dias, multa de R$ 70 mil
  • Ygor Catatau – atacante – hoje no Sepahan (Irã) – eliminação, multa de R$ 70 mil
– Publicidade –

Outros destaques