Festival de Zabumba corre o risco de não acontecer mais

0
11

O mestre Basílio, como é conhecido, tem 39 anos dedicados ao Bumba Meu Boi de Zabumba. O sotaque não está mais entre os destaques dos festejos juninos e se não fosse a resistência, teria entrado em extinção. Em busca de valorizar e reacender a zabumba nos festejos juninos de São Luís, Basílio Durans fundou o Festival de Bumba Meu Boi de Zabumba, que faz parte do calendário cultural, afinal são 25 anos de história, que em julho também respira essa manifestação da cultura maranhense.

Neste ano, o grande encontro dos grupos tem data marcada: 13 de julho, na avenida Newton Belo, Monte Castelo. Mas, a falta de repasse dos recursos por parte da Secretaria de Estado da Cultura pode acabar adiando ou pior, suspendendo o festival.

Veja a reportagem de Bianka Nogueira, com imagens de Thadeu Pablo

Em nota, o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria Estadual de Cultura (Secma), informou que o projeto, proposto via Lei Estadual de Incentivo à Cultura foi aprovado no mês de junho, e ressalta que reconhece a tradição do Festival de Bumba-meu-boi de Zabumba para o fortalecimento e manutenção da cultura do Estado.