quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Flávio Dino e Zé Reinaldo contracenam em ‘De volta para o futuro’

Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

A foto que abre esta matéria poderia muito bem ter sido feita em 2005. Naquele ano, não se usava máscara, os fotografados eram bem mais jovens e a posição na foto teria Zé Reinaldo e Flávio Dino em lugares inversos. Mas, a simbologia seria a mesma. União dos quatro com vistas à eleição do ano seguinte.

Desta vez, houve um álibi: registrar o retorno de Zé Reinaldo ao centro do poder, de onde foi afastado em 2018 para contemplar quem se quer afastar desta vez.

Mas, a liturgia foi cumprida. O governador anunciou que “o ex-governador Zé Reinaldo retorna à nossa equipe de governo, desta feita como diretor de relações institucionais do Porto do Itaqui. Com sua grande experiência em cargos públicos e diálogo com o setor privado, vai contribuir na formulação de projetos para novos investimentos”,

Por sua vez, Zé Reinaldo replicou “agradeço muito o convite do governador, me honra muito, e isso me possibilita trabalhar de novo para o desenvolvimento do Maranhão junto com o governador Flávio Dino, que vem fazendo um trabalho extraordinário.”

No entanto, por trás do significado litúrgico, a reaproximação do ex e do atual governador foi lida por seu aspecto político: mais um movimento de Flávio Dino denotando sua preferência por Carlos Brandão como seu sucessor no governo do Estado.

E a foto do encontro mostra que D’Artagnan voltou ao grupo dos Três Mosqueteiros que, como no romance de Dumas, são quatro.

Na foto: Zé Reinaldo, Flávio Dino, Carlos Brandão e Marcelo Tavares

– Publicidade –

Outras publicações