domingo, 25 de setembro de 2022

FMI divulga revisão do crescimento econômico; Brasil melhora meio por cento

O Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou a sua revisão de crescimento econômico dos países e do mundo. E para o Brasil a estimativa do PIB em 2022 foi revisada para cima, anteriormente era 0,3% e agora é 0,8%.

A guerra na Ucrânia desencadeou uma crise humanitária e danos econômicos. O conflito contribuiu para uma desaceleração significativa do crescimento global em 2022 e aumentarão a inflação. 

Os preços dos combustíveis e dos alimentos foram os mais afetados, atingindo mais fortemente as populações vulneráveis ​​em países de baixa renda.

Com isso, o crescimento global deverá desacelerar, a revisão da estimativa do Produto Interno Bruto (PIB), que era de 6,1% em 2021 foi para 3,6% em 2022 e 2023. Isso é 0,8 e 0,2 pontos percentuais menor para 2022 e 2023 do que o projetado em janeiro. Além de 2023, o crescimento global deverá cair para cerca de 3,3% no médio prazo. 

Os aumentos nos preços das commodities induzidos pela guerra e as crescentes pressões sobre os preços levaram as projeções de inflação para 2022 de 5,7% nas economias avançadas e 8,7% nos mercados emergentes e economias em desenvolvimento – 1,8 e 2,8 pontos percentuais acima do projetado em janeiro passado. 

Wagner Matos – economista

– Publicidade –

Outros destaques