Franceses podem resolver o problema de saneamento do Maranhão

Desobstrução da rede de esgoto na avenida Kennedy (Foto: Maurício Alexandre/Agência São Luís)

Em reunião realizada na última terça-feira (12), no Palácio dos Leões, o governador Flávio Dino recebeu representantes da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). O diretor da organização no Brasil Cone Sul, Philippe Orliang, e o gerente de projetos no país, Rogério de Paula Barbosa, vieram ao Estado para dar continuidade sobre as tratativas que visam garantir recursos para o investimento em saneamento básico no Maranhão.

“Há uma agenda mais ampla, com outros temas, porém escolhemos o saneamento porque além de ser uma necessidade premente do Brasil inteiro, é também do povo do Maranhão, e é também uma das frentes que mais se coadunam com a linha de trabalho da AFD”, explicou o governador Flávio Dino.

A Agence française de développement (AFD), ligada ao governo francês, financia mais de 4.000 projetos em 110 países em prol dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), as 17 metas globais estabelecidas pela Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) que têm por objetivo a criação de um mundo mais justo e sustentável.  O Maranhão também aderiu aos ODS.

“Hoje tivemos a terceira reunião com eles e definimos como parceria a atinente ao saneamento. Ou seja, tratamos da obtenção de recursos para que possamos ampliar abastecimento de água e tratamento de esgoto em nosso estado”, completou o governador do estado.

A aproximação com a Agência Francesa é apenas uma das realizadas com outros países e organizações em prol do desenvolvimento do Maranhão. “Na linha da busca permanente de parcerias de desenvolvimento do Maranhão, temos sempre mantido o diálogo com instituições internacionais, supranacionais, multilaterais aquelas das quais o Brasil faz parte. Recentemente, estreitamos a relação com a AFD visando que eles também participem de parcerias com o Maranhão”, completou o governador.