domingo, 25 de setembro de 2022

Fundação Getúlio Vargas aponta crescimento do PIB no primeiro trimestre

O Instituto Brasileiro de Economia (IBRE) da Fundação Getúlio Vargas divulgou o seu monitoramento do Produto Interno Bruto (PIB) trimestral e mensal. O Monitor do PIB-FGV identifica o crescimento de 1,5% na atividade econômica no 1° trimestre em comparação com o 4° trimestre de 2021 e de 1,8% em março na comparação com fevereiro.

Os cálculos da leitura foram realizados na série com ajuste sazonal. No comparativo interanual a economia cresceu 2,4% no 1º trimestre e 4,2% em março. O setor de serviços foi o principal destaque no desempenho positivo do PIB do período. Por ter sido paralisado com a pandemia, ainda há espaço para atingir o nível da pré pandemia.

As atividades que compõem o setor, apenas as de outros serviços e de administração, educação e saúde pública ainda não haviam se recuperado, do quarto trimestre de 2021, o nível de atividade pré-pandemia. Com o resultado do primeiro trimestre deste ano, a atividade de outros serviços ultrapassou o nível pré pandêmico.

Nota-se que o desempenho do PIB ainda tem sido impulsionado pela normalização do nível de atividade pré-pandemia e este efeito está se esgotando, o que liga um alerta para a sustentabilidade do crescimento.

Wagner Matos – economista

– Publicidade –

Outros destaques