domingo, 25 de setembro de 2022

Grafite em homenagem aos 409 anos de São Luís é feito pelo coletivo Rua e Raiz

A ação foi realizada pelo coletivo Rua e Raiz. O muro foi grafitado neste fim de semana pelo coletivo de artistas Rua & Raiz. A ação faz parte do Mobiliza SLZ, movimento que conta com diversas parcerias que conecta cultura, turismo e economia criativa para transformar São Luís na Ilha da Criatividade, nos seus 409 anos.

A arte grafitada retrata pontos turísticos da Ilha de São Luís, como a Praça do Pescador, elementos do centro histórico como a Fonte do Ribeirão, luminárias, casarões e manifestações culturais como o bumba meu boi, tudo com muita cor, vibração e energia.

O coletivo de artistas Rua & Raiz, responsáveis pela grafitagem, formam uma rede de cultura e comunicação, que visa conectar agentes culturais pautados nos princípios da economia criativa, do associativismo e do cooperativismo, praticando o respeito à diversidade, à pluralidade e às identidades culturais. O grupo hoje soma mais de 100 membros, distribuídos na região metropolitana de São Luís, desenvolvendo atividades culturais tendo como principal linguagem a arte urbana, porém dialogando e recriando conceitos com a cultura local de cada região. Atualmente utilizam a diversidade cultural como uma ferramenta de aproximação a temas como educação, esporte, meio ambiente, empoderamento feminino e geração de emprego e renda.

O coordenador do coletivo Rua & Raiz, Billy Freire, comenta sobre o papel que a grafitagem desenvolve na sociedade a partir de temas sociais e culturais. “A arte urbana é uma forma democrática de produção e acesso cultural, por conta disso, dialogam diretamente com as pessoas que habitam e/ou circulam nas cidades. O graffiti é o grito no silêncio dos muros; é a expressão da arte e de temas relativos à sociedade exposto em uma galeria aberta. O projeto Arte e Energia com a Equatorial está sendo uma oportunidade para produzir, expressar, promover e trocar experiências e isso muda as expectativas de todos”, complementou Billy.

A Jeane Pires, destaca a importância desse trabalho. “A arte fala por si só, ela representa muitas situações. E trazer um pouco mais de cor para os muros das subestações é uma prática que a distribuidora já faz há um tempo. Este ano retomamos a partir das novas obras que estão sendo entregues e esperamos passar mensagens de segurança e cuidados com energia, mas também de alegria por meio da arte”, conclui Jeane.

Outras subestações também receberam grafitagem este ano: subestação Vila Maranhão (em São Luís), subestação Lençóis (em Humberto de Campos), subestação Buriti (na cidade de Buriti) e a subestação localizada em Barra do Corda.

– Publicidade –

Outros destaques