terça-feira, 4 de outubro de 2022

Guarnicê está com inscrições abertas para realizadores maranhenses nas mostras de reportagens e filmes publicitários

O Festival Guarnicê de Cinema, em sua 45º Edição, traz novamente, este ano, as duas categorias mais tradicionais do Festival Guarnicê de Cinema: reportagens audiovisuais e filmes publicitários. As mostras são exclusivas para realizadores maranhenses. As inscrições estão abertas até o dia 9 de maio, por meio dos formulários disponíveis no site guarnice.ufma.br.

A pro-reitora de Extensão e Cultura da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Zefinha Bentivi, informa que estão em processo de inscrições: “Precisamos cada vez mais que os brasileiros maranhenses se inscrevam, pois este Festival é do Brasil e do mundo, mas é patrimônio do Maranhão”, frisa.

Para a coordenadora do festival, Rosélis Barbosa Câmara, ‘’as mostras valorizam a produção audiovisual maranhense e ajudam a evidenciar o valor artístico que as reportagens e os filmes publicitários possuem’’.

Em 2021, o festival recebeu 1.152 inscrições. Quase 200 filmes foram selecionados para exibições em 18 mostras. O Festival Guarnicê foi acompanhado de modo virtual por cerca de 35.000 pessoas. Presencialmente, o público estimado foi de 2.000 pessoas.

O Festival Guarnicê de Cinema, realizado pela Pró-reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal do Maranhão, é o quarto mais antigo festival de cinema do Brasil. A programação do festival inclui mostras   competitivas   e   paralelas,   assim   como   ações   formativas   que abrangem oficinas audiovisuais, palestras e workshops com especialistas em cinema.

O evento será realizado em modelo híbrido (com programação presencial e virtual) no período de 23 a 30 de setembro. As submissões são gratuitas e o festival aceita obras finalizadas a partir de janeiro de 2021.

PREMIAÇÃO

Entre os prêmios ofertados estão o de melhor filme de longa-metragem nacional, que recebe R$20 mil, e o de melhor curta nacional, contemplado com R$10 mil. A Assembleia Legislativa do Maranhão (ALEMA) destina dez salários-mínimos aos melhores filmes maranhenses.

Com informações da Ascom DAC

– Publicidade –

Outras publicações