domingo, 25 de setembro de 2022

Homem é preso após mandar áudio de whatsapp confirmando morte de rival

Delegacia de homicídios prendeu dois suspeitos de cometerem um homicídio em 2019, que teve como vítima Luan Alexandre da Silva, mais conhecido como “Luan do Poeirão”, no dia 19 de novembro 2019, na Curva dos Noventa, bairro do Vinhais. Um dos suspeitos foi preso após ser identificado em mensagem de áudio para membros de facção criminosa confirmando o crime.

De acordo com investigações policiais, a vítima seria pertencente à facção criminosa e era seria suspeito de matar de faccionados adversários. Segundo informações, Luan detinha a fama de ser autor de sete homicídios de rivais.

Por esta razão a facção rival ofereceu uma premiação para quem conseguisse executar Luan do Poeirão. No dia 19 de novembro de 2019, por volta das 10h40, dois homens encontraram a vítima na curva dos noventa e a executaram em meio ao trânsito do local.

As câmeras ajudaram a demonstrar a dinâmica dos acontecimentos, bem como captar a placa da moto utilizada no crime. Com a placa da moto foi possível à identificação da proprietária e se descobriu que um dos suspeitos havia sido multado trafegando com o veículo, pois assinou o documento de infração de trânsito.

Através das imagens da câmera da SMTT, foi descoberto mais uma multa da moto utilizada no crime. Nesta segunda ocasião a pessoa que trafegava com a moto era a mesma que assinou a primeira infração, a imagem demonstrou que o capacete da pessoa que aparece pilotando a moto era o mesmo usado pelo executor de Luan Alexandre, o que possibilitou a identificação de um dos autores.

O segundo suspeito foi identificado através de uma confissão gravada em conversa de aplicativo de mensagens com membros de outras facções. A investigação encontra-se em fase conclusiva. Os presos estão custodiados a disposição da justiça.

– Publicidade –

Outros destaques