terça-feira, 6 de dezembro de 2022

IDH: veja as 30 cidades com piores índices no Maranhão

Foto: Reprodução / Internet
Foto: Reprodução / Internet

 

 

O Comitê Gestor do ‘Mais IDH’, do Governo do Maranhão, será responsável por promover as políticas públicas articuladas em setores como habitação, produção na agricultura familiar, renda, fornecimento de água e saneamento básico, emprego, combate ao analfabetismo e condições adequadas para ensino nas escolas públicas. E, para que os serviços sejam direcionados à população do Estado, o programa precisou listar, inicialmente, os 30 municípios que apresentaram os piores percentuais no Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM). A relação é atualizada decenalmente pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pela Fundação João Pinheiro (FJP).

 

 

O Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), responsável pelo diagnóstico das cidades beneficiadas pelo “Mais IDH’, elencou, com base nos dados do IDHM, os municípios que apresentaram os piores percentuais e serão inclusos no plano de ações do programa do governo estadual. São eles: Marajá do Sena, Jenipapo dos Vieiras, Belágua, Arame, Cachoeira Grande, Humberto de Campos, Itaipava do Grajaú, Fernando Falcão, Paulino Neves, Primeira Cruz, Buriticupu, Satubinha, Santo Amaro do Maranhão, São Benedito do Rio Preto, Alto Alegre do Pindaré, Cajari, Amarante do Maranhão, Presidente Juscelino, Santa Filomena do Maranhão, Amapá do Maranhão, Pedro do Rosário, Governador Nunes Freire, Serrano do Maranhão, Conceição do Lago-Açu, Presidente Vargas, Matões do Norte, Bom Jardim, Mirador, Nina Rodrigues e Santana do Maranhão. A listagem é atualizada decenalmente pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pela Fundação João Pinheiro (FJP).

– Publicidade –

Outros destaques