sábado, 13 de julho de 2024

II edição da Jomed reuniu médicos, professores e estudantes em São Luís

Segundo o Coordenador do Curso de Medicina da UNDB Prof. Dr. Ivan Figueiredo, o saldo não poderia ser mais positivo. “O evento contou ao longo de dois dias (14 e 15.06) com uma programação ampla e muito rica, com palestrantes locais e nacionais dos mais renomados; além de apresentações de trabalhos, palestras científicas e oficinas práticas, no evento voltado para acadêmicos e profissionais da área médica” resumiu Dr. Figueiredo. O Coordenador Adjunto Dr. Cícero Newton destacou também o crescimento da II Jomed:

“A II Jomed veio com uma proposta ainda mais inovadora que a primeira, tivemos o aumento do número de palestrantes, um número de oficinas ofertadas muito maior, um aumento do número de alunos inscritos e também de profissionais médicos. Por tudo isso foi um grande sucesso e já estamos animados com a III JOMED que virá em 2025. O nosso Curso de Medicina da UNDB está indo para o sexto período de sua turma inicial, e sempre utilizou metodologias inovadoras, e assim como o Colégio Dom Bosco e a UNDB, vêm utilizando metodologias ativas como diferencial de suas práticas pedagógicas. Nosso Curso de Medicina da UNDB segue crescendo e está embasado em ciência, em tecnologia, em inovação e no que há de mais novo dentro da medicina e das ciências da saúde” declarou o Dr. Cícero Newton.

Na abertura da II JOMED representantes de entidades médicas prestigiaram o evento e destacaram a importância dessa iniciativa na formação dos futuros profissionais de medicina. Para o Pres. do Conselho Regional de Medicina do Maranhão, Dr. José Albuquerque contar com cursos de medicina comprometidos com a excelência como o da UNDB faz toda a diferença:

“Os alunos do curso de medicina da UNDB devem se sentir privilegiados pois estão em um centro educacional de excelência, que consegue fazer com que tenham um aprendizado efetivo sob a coordenação do Prof. Ivan Figueiredo, que é profissional experiente e comprometido com os ditames éticos e com a educação médica continuada de boa qualidade. A qualidade na formação será um grande diferencial no mundo extremamente competitivo da medicina. Os bons médicos sempre terão espaço, e são aqueles que além de dominarem bem a técnica, são bons também em inovação e tradição. Muita coisa mudo na medicina, e muita não mudou na medicina. A dor do paciente é a mesma, o desespero, a ansiedade, o desejo de ter um médico que compreenda você, que lhe escute e possa lhe orientar em alguns momentos da sua vida. Isso é tradição. Já a inovação é fundamental. Ela que fez a medicina chegar no ponto que chegamos, e a inovação depende da juventude. Novas ideias, pensamentos disruptivos que trazem novos conhecimentos e agregam mais valor à prática médica. Essa jornada é muito importante para aproximar o estudante do CRM-MA, que vai caminhar praticamente ao lado do CRM-MA o resto da vida enquanto profissional. É nesse momento que a gente pode plantar as sementes do que é uma boa conduta médica, observando os ditames éticos da profissão, orientando quanto às necessidades de aperfeiçoamento técnico, educação médica continuada. Tudo isso ajuda a evitar que os futuros profissionais caiam em armadilhas e ciladas. O Conselho de Medicina tem se preocupado de uma forma muito intensa com a formação dos médicos brasileiros” frisou o Presidente do CRM-MA Dr. Albuquerque.

Os representantes locais da Associação Médica Brasileira / AMB-MA e da Federação Brasileira dos Administradores Hospitalares / FBAH-MA, respectivamente Dr. Artur Serra Neto e Plínio Valério Tuzzolo também elogiaram a II JOMED e destacaram a relevância do evento para a formação dos acadêmicos:

“A AMB-MA tem como missão primar pela qualidade da formação dos médicos, por isso estamos aqui apoiando essa II Jomed, na qual os estudantes de medicina buscam pela sua excelência. Eventos como essa fazem com que melhoremos a qualidade na formação dos nossos futuros médicos. O curso de medicina da UNDB prima pela formação com qualidade, com ética e com respeito; e faz com que seus futuros médicos desenvolvam conhecimentos, habilidades, atitudes e saiam médicos (as) competentes para um mercado de trabalho tão exigente como o atual” destacou o Dr. Artur Serra Neto.

“A UNDB está de parabéns pela iniciativa dessa Jornada, por reunir grandes nomes da medicina que com certeza além de atualizar e ensinar, também servem para inspirar os futuros médicos. É nas mãos desses estudantes de hoje que está o futuro da medicina maranhense e brasileira” completou o Pres. da FBAH-MA e Dir. Geral do Hospital do Servidor Estadual (HSE-HSLZ) Plínio Tuzzolo.

A Palestra magna de abertura da II Jomed foi realizada pelo renomado cirurgião de cabeça e pescoço Dr. Flávio Hojaij (USP); que abordou o tema “A Importância da Anatomia para a Prática Clínica”. O médico e professor do Hospital das Clínicas da USP deixou como mensagem de sua apresentação a importância básica da anatomia humana na formação de profissionais mais completos e de alto profissionalismo. Com didática diferenciada, o Dr. Flávio prendeu a atenção da plateia com dinâmicas como quizz, e demonstrou em todos os momentos o seu declarado “caso de amor” para com a medicina.

“É fundamental reunir estudantes e profissionais de diversas especialidades para estudar e repensar a medicina, é assim que a medicina avança, assim como melhora o tratamento aos pacientes. Para os alunos é através de eventos como essa jornada que desde cedo eles incorporam algo que é fundamental além do conhecimento, que é o profissionalismo, algo que é fundamental. Na minha palestra aqui falei sobre algo que eu considero a base da formação de um médico que é conhecer como é a estrutura do corpo humano. Sabendo isso, você pode examinar, entender como o corpo funciona e como ele perde o funcionamento. E daí estabelecer o tratamento necessário em cada caso. Isso tudo demonstra a Importância da Anatomia para a Prática Clínica, tema da minha palestra” resumiu o Dr. Flávio Hojaij.

Entre palestrantes locais que debateram diversos temas relevantes, a geriatra e professora do curso de medicina da UNDB, Dra. Jacira Serra palestrou sobre a importância da inovação na prática da geriatria, destacando a urgência de se repensar o tratamento destinado a uma enorme população de idosos que a cada ano tende a viver mais tempo, graças à evolução da medicina:

“Como a II Jomed tinha como central a Inovação, então eu trouxe como tema da minha palestra “O Envelhecimento e a Inovação”, porque muitas pessoas acham que isso não combinam: Velhice com inovação, quando tem tudo a ver. Eu fiz um contexto sobre o envelhecimento populacional, o número de pessoas idosas e a importância desses idosos envelhecerem com autonomia e independência, e trazermos a inovação tecnológica para o benefício desses idosos, e não para o malefício levando essa população idosa ao isolamento social. E deixo como mensagem principal aos estudantes e futuros médicos a certeza de que a melhor inovação tecnológica na geriatria ainda é a escuta, a acolhida, o abraço e o afago. É isso que todos os idosos precisam. A gente precisa trabalhar de forma integrada o físico, o mental, o social, o cultural, o religioso. E que nós profissionais e futuros médicos possam atender o idosos sem mitos e preconceitos” enfatizou a geriatra e docente Dra. Jacira Serra.

Encerrando a programação da II Jomed no sábado (15.06) aconteceram duas conferências magnas. O Dr. Raimundo Araújo Gama, que palestrou sobre “O Vírus da Hepatite C – Passado, Presente e Futuro”. Ele é maranhense radicado em São Paulo, e uma referência na área de Gastroenterologia e Hepatologia, além de professor da Escola de Medicina da UNIFESP. Em seguida, foi a vez do Dr. Milton de Arruda Martins palestrar sobre “O Futuro da Educação das Profissões de Saúde”. Dr. Milton é professor da Faculdade de Medicina da USP, Diretor do Serviço de Clínica Geral do Hospital das Clínicas (SP), além de Presidente da Comissão de Graduação da FMUSP.

Para o aluno do Curso de Medicina da UNDB Pedro Lucas Gama a Jomed traz um diferencial importante e que complementa os estudos em sala de aula:

“A Jomed proporciona a nós alunos uma oportunidade única de estarmos em contato direto com grandes médicos locais e nacionais, que somam muito com seu conhecimento e experiência na nossa formação. Aprendemos muito com esse contato e saímos também muito inspirados dessa jornada” revelou o dicente.

Os professores Dr. Ivan Figueiredo e Dr. Cícero Newton, coordenadores do Curso de Medicina da UNDB, agradeceram a participação de todos os alunos e médicos palestrantes, destacando em especial a coordenação dicente da II Jomed, a cargo de uma grande comissão de alunos sob o comando de Klésio Mendes, Carolina Furtado e Rafael Soares.

– Publicidade –

Outros destaques