Muita e fé e samba no pé, foi a receita usada pelos integrantes das escolas de samba para desfilarem sob muita chuva no 1º dia de desfile das agremiações no domingo (3) na Passarela do Samba (Anel Viário).

Primeira a desfilar, a Terrestre do Samba, do bairro da Estiva, levou para a avenida o enredo “Amazonas, em busca do Eldorado”. A verde-branco- amarelo desfilou com quatro carros alegóricos e aproximadamente 3 mil integrantes para a passarela.

Já a Mocidade Independente da Ilha fez seu carnaval com o enredo “A beleza e a luta dos guerreiros do Mará”.

Na madrugada desta segunda-feira (4), a Império Serrano agitou o público com o enredo “Romarias do Maranhão: um império de fé”. A verde e branco do Monte Castelo contou a história das romarias e romeiros do Maranhão.

Penúltima escola a desfilar, a Turma de Mangueira, fez do seu desfile uma viagem aos antigos carnavais com o enredo “Pela mente de um fofão: uma viagem aos antigos Carnavais”.

A agremiação vai passear por histórias dos antigos carnavais de São Luís, ressaltando os grandes bailes, desfiles das escolas de samba, blocos tradicionais, e outras manifestações do carnaval maranhense.

Em busca do seu 11º título do Carnaval de São Luís, a Flor do Samba, levou muita alegria à avenida com o enredo “Viva essa energia”. A escola vermelho, azul e branco do bairro do Desterro fez uma aventura sob a forte chuva para contar o `início de tudo`, e deixou a passarela como forte candidata ao título do Carnaval de 2019.