terça-feira, 8 outubro, 2019
Início Concursos & Carreiras Inscrições abertas para oficinas cênicas do Palco Giratório ministradas em outubro

Inscrições abertas para oficinas cênicas do Palco Giratório ministradas em outubro

Capacitação e intercâmbio de experiências para atores, músicos e bailarinos é o que a 4ª etapa do Palco Giratório 2019 oferece em outubro. As oficinas “Cemitérios de Vivos” e “Quem conta um conto ponteia um canto” são gratuitas e ministradas pelos grupos Cia dos Comuns (RJ) e Cia Casa de Zoé (RN) nos dias 21 e 28 de outubro, respectivamente, na Pequena Cia de Teatro. As inscrições são online e estão abertas até o dia 15 de outubro ou enquanto durarem as vagas oferecidas.

Destinada a atrizes e atores com idade acima de 18 anos e experiência teatral, a metodologia da oficina Cemitério dos Vivos trabalha conceitos técnicos e filosóficos utilizados na construção do espetáculo “Traga-me a cabeça de Lima Barreto”. O grupo utiliza também a capoeira como recurso para que os participantes possam experimentar-se vocal e corporalmente. Realizada dia 21 de outubro, das 16h às 22h, o link para inscrição é  https://forms.gle/dVvjFhcoYVjN1jPR7

A Cia. dos Comuns (RJ), criada pelo ator Hilton Cobra, é um grupo de teatro formado por atrizes e atores negros, com a missão artística e política de desenvolver uma pesquisa teatral negra que possibilite maior conhecimento da nossa cultura. A companhia mantém forte relação com a Bahia ao realizar projetos que extrapolam a atuação nos palcos.

Já a oficina “Quem conta um conto ponteia um canto” realizará exercícios de improvisação, possibilitando aos participantes vivenciar o processo de construção de cenas curtas através de três módulos. Ministrada no dia 28 de outubro, das 16h às 22h, podem se inscrever atores, músicos e bailarinos acima de 18 anos. O link para inscrição é https://forms.gle/M9BYvwt8ESo4iqk86

A Casa de Zoé (RN) é uma produtora idealizada pela atriz Titina Medeiros, com o intuito de promover encontros artísticos e suas derivações criativas. Tendo como seu primeiro grande projeto o espetáculo Meu Seridó, essa realizadora de arte e cultura tem sua ênfase voltada para teatro, mas já despontando também com projetos em diversas outras áreas de expressão.

Sobre o Palco Giratório
Promovido pelo Sesc, o Palco Giratório é reconhecido no cenário cultural brasileiro como um importante projeto de difusão e intercâmbio das Artes Cênicas que intensifica a formação de plateias a partir da circulação de espetáculos dos mais variados gêneros, em todos os estados brasileiros, nas capitais e no interior, desde 1998.  Com a proposta de destacar questões presentes na contemporaneidade por meio da arte, dentre as temáticas eleitas neste ano estão a importância do diálogo, da empatia, do encontro das diferenças, a visibilidade negra, a cultura indígena, as questões do feminino e a diversidade.

- Publicidade -

Mais recentes

- Publicidade -