quinta-feira, 28 maio, 2020
Início Destaque 2 Intenção de gastos e consumo recua em 6,3% na capital maranhense

Intenção de gastos e consumo recua em 6,3% na capital maranhense

Passado o mês de julho, quando os gastos aumentaram em decorrência do período de férias, a intenção de consumo recuou em São Luís, segundo estudo realizado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA). O mês de agosto registrou uma diminuição de 6,3% na intenção de gastos em relação ao mês anterior.

Segundo a Federação, esta é a 6ª queda consecutiva do indicador em São Luís, o que pode ser reflexo de uma preocupação coletiva com o cenário econômico. É o caso da nutricionista Laís Ferreira. Além de todas as despesas básicas que já possui, Laís está de casamento marcado para o mês de novembro. Inevitavelmente, ela precisa controlar as contas para não cair em endividamento.

“Eu me considero uma pessoa muito consumista, principalmente quando o assunto é comida e roupas. Mas agora que a gente vai casar, é mais necessário ainda que eu tenha essa preocupação. Todo mês eu comprava roupa para mim, mas depois de planejar o casamento tive que dar uma parada”, revela.

Outro dado importante: na comparação com o mesmo período do ano passado, o otimismo das famílias de São Luís em relação ao consumo também apresentou uma retração de 4,8%. Alfredo de Jesus, que trabalha de forma autônoma, ressalta que se preocupa com compras em cartão de crédito, justamente por não ter certeza de como o comércio e a economia vão se movimentar.

“Eu trabalho com comércio e é muito complicado porque é incerto. Tem meses que o lucro é muito alto, mas tem outros que não é satisfatório. Isso me preocupa e faz com que eu tenha mais receio de, por exemplo, comprar coisas no cartão de crédito”, observa Alfredo.

Para fugir disso, Laís também deixou de usar o cartão de crédito e tenta quitar todas as despesas com dinheiro ou dinheiro em débito. “Eu tenho dois cartões, mas só uso mesmo em último caso, quando sei que a compra é de um valor alto que não terei condições de comprar à vista. Sempre que posso, anoto todas as despesas em um caderninho pra poder ter controle de tudo. Talvez isso me ajude a não cair em armadilhas de dívida”, ressalta.

- Publicidade -
Categorias relacionadas:
- Publicidade -

Mais recentes

- Publicidade -