quinta-feira, 8 de dezembro de 2022

Irmão diz que advogado foi esfaqueado por Diego Polary

Testemunhas prestaram depoimento na audiência do caso que apura a morte do advogado Brunno Matos, nesta quarta-feira (17), no Fórum Desembargador Sarney Costa, no bairro Calhau, em São Luís.

 

 

 

Além do assassinato do advogado, também estão sendo investigadas três tentativas de homicídios. A audiência continua durante a tarde de hoje.

 

 

 

 

 

 

Leia tudo sobre o caso Brunno:

 

Caso Brunno: crime pode ter tido dois autores

Caso Bruno Matos: vigia assume autoria de crime;

Pai de Brunno Matos contesta confissão de vigilante;

Caminhada pede justiça pela morte de Brunno Matos;

DJ Claudinho Polary emite nota de repúdio;

SSP cria comissão para apurar morte de advogado;

Vigia teria sido coagido a assumir morte de Brunno;

Caso Brunno: advogado teria coagido vigilante;

 

 

 

 

 

O julgamento, marcado para começar às 8h, atrasou por conta da demora na chegada do acusado Carlos Humberto Marão ao fórum. O problema causado por uma falha no transporte feito pelo sistema penitenciário deixou o juiz Gilberto de Moura Lima indignado.

 

 

O réu só chegou uma hora e meia depois do previsto. Mas, antes de começar a audiência, um dos advogados da vítima pediu o adiamento por insuficiência de provas. Uma das facas que foi para análise no Instituto Médico de Criminalística, o Icrim, em São Paulo, não chegou a tempo para a sessão.

 

 

Mesmo com tantos imprevistos, o pedido de cancelamento terminou sendo negado e o juiz deu prosseguimento à audiência. O primeiro a ser ouvido foi o irmão do advogado, Alexandre Matos, que confirmou que foi Diego Polary quem esfaqueou e matou Brunno.

 

 

No banco dos réus, estavam ainda Carlos Marão e o vigilante João José Nascimento, também acusados de participarem do assassinato do advogado.

 

 

Crime

 

 

O advogado Brunno Matos foi morto na madrugada do dia 6 de outubro, durante festa de comemoração pelo resultado do primeiro turno das eleições, em uma residência no bairro do Olho D’Água, em São Luís. 

– Publicidade –

Outros destaques