quinta-feira, 17 de junho de 2021

Fique Ligado no São João na Guará
Justiça determina que 60% da frota da 1001 circule, mas rodoviários mantém paralisação

Justiça determina que 60% da frota da 1001 circule, mas rodoviários mantém paralisação

Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes entrou com uma ação junto à Procuradoria do Município de São Luís para que seja mantido 60 % da frota de ônibus do consórcio 1001 em funcionamento neste sábado (29). Os rodoviários do consórcio iniciaram uma paralisação nesta sexta-feira (28), segundo o sindicato da classe, por atraso no pagamento de salários.

Segundo a SMTT, o movimento de paralisação deveria ter sido informado com 48 horas de antecedência, para que o órgão fizesse ações necessárias para não prejudicar a população. Visto que o consórcio atende 25 linhas do sistema urbano e 21 linhas do sistema interurbano.

Ainda de acordo com o órgão, a decisão da justiça saiu e obriga o sindicato a deixar 60% da frota em funcionamento, o órgão informou que pelo menos 40% das linhas vão ser cobertas por outros consórcio neste sábado.  Já o sindicato confirmou que o movimento de paralisação continua até que os salários sejam quitados.

Confira a nota completa:

O Sindicato dos Rodoviários do MA informa, que até o momento não houve acordo entre os trabalhadores e os representantes do Grupo 1001. Os funcionários decidiram voltar pra casa e se os salários em atraso não forem pagos, prometem retomar o movimento na manhã deste sábado (29).

Cerca de 25 linhas que atendem o sistema de transporte público de São Luís, ficaram sem rodar nesta sexta-feira (28). O Sindicato dos Rodoviários do MA esclarece, que apoia toda e qualquer decisão dos trabalhadores do Grupo 1001, que estão sendo seriamente prejudicados pelo atraso no pagamento de salários e que se a escolha é pela manutenção do movimento, cabe a entidade acatar e prestar todo tipo de suporte aos trabalhadores.

– Publicidade –

Outros destaques