quinta-feira, 24 de junho de 2021

Fique Ligado no São João na Guará
Justiça Eleitoral barra propaganda de Alexandre Almeida contra Weverton Rocha

Justiça Eleitoral barra propaganda de Alexandre Almeida contra Weverton Rocha

deputado alexandre almeida
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

O juiz federal Clodomir Reis, membro da Comissão de Juízes Auxiliares do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), ao analisar representação do candidato ao Senado Weverton Rocha, determinou a imediata retirada do ar da propaganda eleitoral do candidato tucano Alexandre Almeida com críticas pesadas ao representante do PDT.

Almeida vinha usando o horário eleitoral para acusar Weverton de responde a processo por corrupção, acusação essa rebatida pela defesa do pedetista, que acusa Almeida de “veicular enquete/pesquisa não autorizada com eleitores, sobre a eleição e de apresenta captação de imagens externas sem qualquer participação do candidato ao qual é direcionada a propaganda”.

Diante do exposto pela defesa de Weverton Rocha, o magistrado, além de considerar a enquete irregular, ainda determinou multa diária de R$ 1 mil, em caso de descumprimento da decisão.

“Da análise dos vídeos de ID 106636 e 106637, percebe-se que os representados estão a realizar enquete vedada na forma do artigo 23 supracitado. Portanto, é razoável considerar que a propaganda eleitoral aqui impugnada está em dissonância com a legislação eleitoral, estando caracterizado o fumis boni iuris. O periculum in mora fica caracterizado pela repetição da propaganda e o consequente efeito de convencimento dos telespectadores, o que pode afetar a igualdade entre os candidatos neste pleito”, observou Clodomir.

– Publicidade –

Outros destaques