terça-feira, 3 de agosto de 2021

Juventudes da RAMA lança campanha de cultivo, plantio e distribuição de mudas dos mais variados biomas do Maranhão

Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Semear para renovar a esperança! Semear para conservar! Semear para garantir a existência de espécies! São alguns dos propósitos da campanha “Plante árvores”, organizada pelo Grupo de Trabalho das Juventudes da Rede de Agroecologia do Maranhão (RAMA).

Todos os integrantes do GT das Juventudes, das mais variadas regiões do Maranhão, se comprometeram em cultivar mudas, algumas espécies ameaçadas pelos incêndios e desmatamentos proporcionados pela monocultura e devastação do Agronegócio. Uma ação que envolvem espécies vegetais dos mais variados biomas do Maranhão: Floresta Amazônica, cerrado, Caatinga e Mata dos Cocais.

Entre as mudas a serem cultivadas e distribuídas para plantio: plantas madeireiras, frutíferas e ornamentais. As ações já começaram! Na última semana, na comunidade de São Manoel, no município de Lago do Junco, durante os festejos do Santo padroeiro, foram distribuídas algumas mudas.

As pessoas abraçaram a ideia em espalhar, fortalecer e preservar ainda mais espécies vegetais no Maranhão. “É importante que cada um faça a sua parte, principalmente, nas comunidades, onde a união será determinante para resistir a essas grandes plantações que invadem nosso território”, é uma das diretrizes do GT. O engajamento dos jovens é determinante para que a luta continue em prol da segurança alimentar, que garante alimentos livres de agrotóxicos e acesso livre aos territórios para plantio.

“Como gesto concreto de nosso festejo, hoje realizamos um ofertório ao vivo, onde ofertamos mudas. A comunidade se levanta novamente em defesa da vida da nossa casa em comum”, ressaltou o integrante do GT e morador na comunidade, Jessé Lima.

Essa iniciativa vai ao encontro a uma outra, realizada pelo Movimento Sem Terra (MST), de impacto nacional, também visando a plantação e distribuição de mudas. O alinhamento de ideias entre as duas entidades reforça ainda mais a sua parceria, trazendo ainda mais força para as iniciativas que forem apresentadas.

A RAMA atua em diversos âmbitos sociais através do GT das Mulheres, da Educação, Comercialização e Juventude. A Rede de Agroecologia interage com as comunidades de povos tradicionais, agricultores e agricultoras familiares, incentiva o acesso aos mercados por meio da economia justa e solidária, oportuniza a educação contextualizada no campo, atua em prol da conservação ambiental e da alimentação segura e limpa de agrotóxicos, combate as relações desiguais e preconceituosas de gênero, fortalecendo a atuação da mulher na Agroecologia, e na geração de renda, além de reconhecer e valorizar as diversas formas de cultura existentes.

– Publicidade –

Outros destaques