terça-feira, 19 janeiro, 2021
Início Capa Lei Aldir Blanc: mais de 4.100 livros de autores locais serão distribuídos...

Lei Aldir Blanc: mais de 4.100 livros de autores locais serão distribuídos a bibliotecas maranhenses

No final de dezembro de 2020, foi autorizada a prorrogação do prazo para liquidação em 2021 dos recursos disponibilizados via Lei Aldir Blanc (Lei de Emergência Cultural nº 14.017/20), já que 65% dos entes federativos ainda não tinham iniciado o processo de execução dos valores.

Mas esse não é o caso do Maranhão. De acordo com a Secretaria de Estado da Cultura (Secma), responsável pela gestão e distribuição do benefício, mais de 58% do valor destinado ao Governo do Estado já foi repassado aos artistas, com mais de 3 mil artistas inscritos.

Entre os beneficiários, estão escritores maranhenses contemplados no edital Fomento à Literatura Maranhense, que selecionou 17 autores locais.

Além de dar socorro financeiro aos profissionais da arte duramente afetados pelas regras de distanciamento social impostos pela pandemia da Covid-19, o apoio tem um duplo benefício, já que o edital previa a aquisição, pelo Poder Público Estadual, de obras literárias a serem destinadas para bibliotecas e espaços de leitura destinados à leitura em todo o Maranhão.

Ao final do processo de entrega das obras selecionadas, o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Maranhão (SEBP-MA) passou a contar com 4.173 novos livros de escritores maranhenses, como explicou o governador Flávio Dino, em postagem nas redes sociais.

“Fizemos muitas ações de apoio à economia da cultura nesse período de crise, com recursos do Erário Estadual e da Lei Aldir Blanc. Entre as iniciativas, compramos 4.173 livros de autores maranhenses, mediante edital, que serão distribuídos a bibliotecas públicas e comunitárias”, informou o governador.

Conforme previa o edital, foram adquiridos 100 exemplares por autor, com valor de até R$ 100,00, cada. Ou seja, o valor destinado ao pagamento de cada credenciado selecionado podia chegar até R$ 10.000,00.

Livros

Entre os maranhenses que terão seus livros disponibilizados às bibliotecas estaduais estão os autores Wilson Marques e Victor Azulay.

Marques é autor de livros infantis inspirados na história e cultura popular maranhense, como “Quem tem medo de Ana Jansen?” e “O segredo da serpente encantada”.

Já Victor Azulay, que ficou conhecido por usar a literatura para mostrar como superou por duas vezes Acidente Vascular Cerebral (AVC), entregou em dezembro edições do livro “Vitorioso”, obra em que ele conta como um jovem de 18 anos mudou sua vida após sofrer um acidente neurológico que o deixa paraplégico.

As obras dos escritores maranhenses foram depositadas na Biblioteca Pública Benedito Leite (BPBL), que coordena e operacionaliza o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Maranhão.

- Publicidade -
Categorias relacionadas:
- Publicidade -

Mais recentes

- Publicidade -