segunda-feira, 26 outubro, 2020
Início Destaque 1 Vacinação contra pólio está disponível em postos de saúde

Vacinação contra pólio está disponível em postos de saúde

O Governo do Estado deu início, nesta segunda-feira (5), às ações da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação. A mobilização abrange todos os 217 municípios maranhenses e se estenderá até o dia 30 de outubro. A meta é imunizar 95% do público-alvo, que são crianças de 12 meses a menores de 5 anos contra a Poliomielite, e menores de 15 anos para preenchimento da carteira vacinal, conforme o calendário estipulado pelo Ministério da Saúde.

“Neste ano de 2020, em decorrência da pandemia, a queda da busca pelos postos de saúde para imunização teve um declínio maior. Pedimos a colaboração dos municípios, mas especialmente dos pais e responsáveis para que tragam as suas crianças para que elas sejam protegidas contra as doenças”, disse o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Nos postos de saúde, os pais ou responsáveis das crianças e adolescentes deverão apresentar documento com foto do paciente, incluindo a carteira de vacinação. O objetivo é promover a conscientização e o chamamento da sociedade para a importância da vacinação. Somente na capital, são 55 pontos destinados para aplicação de doses imunizantes.

A rede estadual também estará dando apoio através das Policlínicas Vinhais, Vila Luizão, Cidade Operária, e os Hospitais Dr. Genésio Rêgo e Aquiles Lisboa. “Aqui na Policlínica Vinhais nós iremos funcionar de segunda a sábado, sempre das 8h às 17h. Para evitar aglomerações, iremos distribuir 80 senhas por dia, sendo 40 para cada turno”, afirmou Letícia Maria de Sousa, coordenadora do ambulatório da unidade.

Segundo Carla Caroline Aguiar, mãe da pequena Alice, de 3 anos, a vacinação é um ato de amor. “É de grande importância levarmos nossas crianças para vacinar. Isso vai fazer com que elas estejam protegidas contra as doenças, que infelizmente são um perigo tanto para a saúde como para a vida delas”, afirmou.

Quem também aproveitou o primeiro dia da campanha foi Regina Célia Borba, mãe da bebê Giana, de apenas um ano. “Quando criança eu não tive a imunização contra Pólio, mas graças a Deus não fiquei com nenhuma sequela. Eu sou totalmente a favor da vacinação, para mim é algo totalmente válido e que visa à integridade da saúde das pessoas”, compartilhou.

As campanhas contra a Poliomielite e a Multivacinação acontecem de forma simultânea, com a escolha do dia 17 de outubro para ser o chamado Dia D. Além da Vacina Oral Poliomielite (VOP), serão administradas 17 vacinas na rotina de preenchimento da carteira vacinal aos pacientes que estiverem com o calendário em atraso.

- Publicidade -
Categorias relacionadas:
- Publicidade -

Mais recentes

Ex-prefeito de Buriticupu é condenado por não prestar contas no prazo

Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) não concordou com os argumentos do apelo do ex-gestor e manteve a sentença
- Publicidade -