Maranhão Atlético Clube conquista o Campeonato Maranhense Sub-17


Em decisão que foi para os pênaltis, o Maranhão Atlético Clube (MAC) venceu o Cefama por 5×3 e conquistou o título do Campeonato Maranhense Sub-17, no último sábado (06), no estádio Castelão. A competição foi promovida pela Federação Maranhense de Futebol.

No tempo normal, as duas equipes ficaram no empate de 0x0. Nas cobranças de pênaltis, o Maranhão Atlético Clube levou a melhor e venceu pelo placar de 5×3, com gols marcados por: Jaderson, Henrique, Almeida Neto, Arthur Neto e Gabriel Barros. Enquanto Rafinha, João Vitor, Danilo marcaram para o Cefama. Robinho desperdiçou o pênalti.

Além do título da competição, o Maranhão conquistou vaga para a Copa do Brasil Sub-17 em 2020. Pela conquista, o time atleticano recebeu ainda R$ 2 mil em premiação, troféu e medalhas. A equipe segunda colocada, receberá troféu, medalhas e R$ 1mil.

Comandado pelo técnico Paulo César, o Maranhão obteve a melhor campanha do Maranhense Sub 17. Em sete partidas, o Bode Gregório conquistou quatro vitórias, dois empates e apenas uma derrota.

“Essa conquista coroa o trabalho iniciado desde a captação de talentos e conduzido com competência por Paulo César e toda comissão técnica. Nosso objetivo é dar oportunidade para os meninos e formar novos talentos para o nosso time, Parabéns aos meninos, nossos colaboradores e torcedores”, afirmou o presidente Robson Paz.

O Campeonato Maranhense Sub-17, foi disputado pelas equipes do Maranhão Atlético Clube, Moto Club, Sampaio Corrêa, América, Balsas, Cantareira, Cefama, Chapadinha, Comercial, Cruzeiro do Anil, São Luís e Timon.

Ficha técnica Mac x Cefama

CEFAMA: Patrick; Rafinha, Robinho, Nicolas e João Vitor; Amilson ( Carlos), Maylon, Maycon(Felipe) e Allef (Yan); Jadielson (José) e Marcelo (Danilo). TEC: Antônio de Jesus Serra

 MARANHÃO: Vitor Santos; Nairon, Gabriel Barros, Pedro Igor (Hemerson)e Rafael Rodrigues (Neto); Jaderson, Arthur Neto, Paulo (Henrique) e Almeida Neto; Pedro Freitas (Willianderson) e Veloso ( Samuel Vitor). TEC: Paulo César