Maranhão é um dos estados com mais conflitos indígenas


Os povos indígenas no país enfrentam problemas com fazendeiros na disputa por territórios, e muitos acabam mortos. No Maranhão não é diferente, ano a ano, a população indígena vai diminuindo e suas terras vão sendo encurraladas.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2010, o Maranhão tinha uma população de 38.831 índios, 76,3% moravam em terras indígenas. No entanto, dados recentes do site do governo do Maranhão mostrou uma população de 33.573 índios distribuídos em 22 terras indígenas.

N Brasil, ao longo de 2017, foram registrados 20 conflitos, sendo três no Maranhão. Os casos de invasões possessórias, exploração ilegal de recursos naturais e danos diversos ao patrimônio foram bem maiores: 97, sendo oito no Maranhão.

Um caso recente teve grande repercussão na sociedade, o povo auto-declarado Tremembé foram alvos de desapropriação de terra, na Comunidade Engenho, no município de São José de Ribamar. Uma decisão da Justiça Estadual, determinou a saída deles. O cumprimento da ordem provocou resistência e briga. Os índios ainda não saíram. E nem pretendem.

O Governo do Estado, através da Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular, solicitou ao juiz que emitiu o despejo, que reconsiderasse a decisão.