segunda-feira, 18 novembro, 2019
Início Portal Guará Maranhão tem melhor índice da história no Ideb

Maranhão tem melhor índice da história no Ideb

Os dados do Ideb 2017 (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), divulgados pelo Ministério da Educação nesta segunda-feira (3), mostraram que o ensino médio continua apresentando desempenho ruim da educação de base brasileira. No entanto, o Maranhão conseguiu o melhorar o seu índice, e alcançou o melhor da história.

Segundo o Ideb, nenhuma das 27 unidades federativas do Brasil (os 26 estados e o Distrito Federal) conseguiu alcançar as metas estabelecidas para o ensino médio. Em cinco estados (Amazonas, Roraima, Amapá, Bahia e Rio de Janeiro), o Ideb 2017 foi ainda pior, ficando abaixo do índice da pesquisa anterior, de 2015.

O Ideb do ensino médio geral do Brasil foi de 3,8, abaixo da meta, fixada em 4,7. O Ideb do ensino médio dos últimos três estudos (2011, 2013 e 2015) tinha estacionado em 3,7. Para 2019, a meta é de 5,0; e para 2021, de 5,2.

Maranhão

Apesar de não ter alcançado a meta prevista, assim como os outros estados, o Maranhão conseguiu melhorar os índices, principalmente no Ensino Médio.

No Ensino Médio da Rede Pública Estadual o índice de  2,4 para 3,4 entre 2005 e 2017. O índice de 3,4 é a maior nota da história no Maranhão.

O Idep avalia também o Ensino Regular Fundamental (Anos Inicias), que no estado foi o que teve um aumento significativo, subindo de 3,7 para 4,8 entre 2005 e 2017.

O Idep mostrou que a avaliação do Ensino Regular Fundamental (Anos Finais) teve o menor aumento, total de 0,8. Subiu de 3,0 para 3,8 entre 2005 e 2017.

São Luís

Na capital, o melhor índice foi visto novamente no ensino regular (anos iniciais) que teve um aumento de 0,8 no total, subindo de 3,8 em 2005 para 4,6 em 2017. No ensino regular (anos finais) foi menor, subiu de 3,3 para 4,0 entre 2005 e 2017.

No ensino médio, o índice começou a ser divulgado apenas em 2017 que foi de 3,8. A projeção para 2019 é uma nota de 4,1 e para 2021 de 4,3.

Apesar dos índices melhores, os resultados tanto a nível estadual, quanto municipal mostram que qualidade e outros fatores como o interesse pelo estudo entre os alunos no ensino regular (anos iniciais) é maior do que no restante.

 

 

 

Categorias relacionadas:
- Publicidade -

Mais recentes

- Publicidade -