quarta-feira, 17 de julho de 2024

Mês da Mulher: veja filmes de streaming com mulheres inspiradas

A operadora Maxx, empresa genuinamente maranhense de serviços de telefonia móvel e celular, internet fibra 100% e TV HD oferece os melhores custos x benefícios para quem quiser contratar um serviço de internet de alta velocidade e qualidade, para entre outros objetivos, curtir o melhor da sétima arte em casa e com muito conforto.

Para celebrar março, o mês destinado às mulheres e suas conquistas, a Maxx selecionou uma lista de filmes de plataformas de streaming que têm em comum personagens femininas fortes e inspiradoras. Da ficção à vida real, são histórias de lutas, conquistas, amor e quebra de barreiras e paradigmas. A sétima arte tem o poder de nos transportar para outras vidas e outros mundos, e através desses exemplos, também nos transformar.

E grandes mulheres não nascem prontas, são moldadas à partir de suas experiências, influências, descobertas, suas realizações no mercado de trabalho e conquistas.

Nesse contexto, vale lembrar e parabenizar a operadora Maxx por sua ajuda no empoderamento de mulheres em projetos sociais que desenvolve, a exemplo do projeto das Estações Techs, que levam internet de alta velocidade e inovação para 10 bairros de periferia de São Luís. Um projeto de inclusão digital e inovação, que visa descentralizar e democratizar ações de inovação nas comunidades; fruto de uma parceria institucional entre a Maxx, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI). O projeto tem ajudado a formar e encaminhar com sucesso para o mercado de trabalho muitas mulheres maranhenses dessas comunidades.

E voltando ao universo do cinema, deixamos aqui a curadoria da operadora Maxx. Que essa lista de filmes, documentários e séries possam inspirar mais mulheres a se tornarem o melhor de si. Seja na vida familiar, seja no trabalho e principalmente na sua autovalorização.

Na Amazon Prime, os filmes recomendados são:

Gloria Bell: Um drama comovente interpretado por Julianne Moore. Ela é Gloria, uma a cinquentona que divide seu tempo entre o trabalho e prazeres, como a ginástica e a dança. Ao conhecer um recém-divorciado (John Turturro), ela acredita ter redescoberto o amor. A delicadeza e as incertezas do desabrochar amor ainda sem intimidade, os medos e a coragem de recomeçar são pano de fundo para o drama.

Conviction: A premiada atriz Hilary Swank vive o papel de Betty Anne Waters, uma garçonete de uma pequena cidade de Massachusetts, que leva uma vida modesta ao lado da família. Quando seu irmão (Sam Rockwell) é acusado de assassinato em 1980, ela acredita em sua inocência. E, anos depois, decide virar advogada para provar a inocência dele.

Suprema: De dona de casa ao mundo jurídico. Ruth Bader Ginsburg (Felicity Jones) é casada e mãe de uma garotinha. Em meados dos anos 50, enfrentou o ambiente machista da prestigiada Universidade Harvard para poder cursar Direito. A inspiradora trajetória da protagonista chega até os anos 70 quando ela batalha pela igualdade de gênero nos tribunais.

Bolo de Maçã da Hipoteca: Uma lição de superação e empreendedorismo. Angela é uma mão solteira que sustenta seus três filhos. Mas a vida dela se torna um tormento quando recebe o último: terá que quitar a hipoteca de sua casa em poucos dias. Ela vai buscar forças no talento extra de fazer bolos deliciosos. Com a ajuda dos filhos e amigos, ela decide vender o máximo de bolos que puder para arrecadar essa alta quantia. Com lições reais de trabalho em equipe, erros básicos a se evitar em produção e logística, o poder da comunicação para vendas e muitas outras lições de empreendedorismo, nesse misto de drama, comédia e romance. E o melhor, com um final super feliz, da construção de um negócio lucrativo e que foi muita além do pagamento da hipoteca.

Na Netflix há também filmes com mulheres fortes e determinadas, além de entrevistas, sérias curtas e documentários com temas feministas e femininos para todas as idades e estilos:

Radioactive: Rosamund Pike interpreta Marie Curie, a polonesa naturalizada francesa, que precisou superar obstáculos para desenvolver seus estudos sobre a radioatividade. Ela foi a única mulher a ganhar dois prêmios Nobel – de física e química – no início do século XX.

A Voz Suprema do Blues: Ma Rainey é vivida no filme pela premiadíssima Viola Davis. Ma é uma cantora de blues de voz inigualável que, em 1927, chega a Chicago para fazer a gravação de um disco. Só que a diva é temperamental e entra em atritos com os músicos, com seu empresário e com o dono da gravadora.

Rosa e Momo: Os fãs da italiana Sophia Loren podem se deliciar com sua interpretação da personagem Rosa, uma mulher de meia idade e solitária, que fatura uma grana como babá do filho de uma vizinha e também de um garoto que foi abandonado pela mãe. A chegada de Momo (Ibrahima Gueye), um senegalês muçulmano de 12 anos que mora nas ruas, vai provocar reviravoltas em sua vida. Uma amizade comovente e improvável, que é recheada de doçura e humanidade.

A Vida e a história de Madame C. J Walker: A série curta de 4 capítulos é de empreendedorismo na veia. E conta a saga da lavadeira negra Sarah, que com muita tem garra e um talento visionário para o empreendedorismo, não mede esforços até vencer em seu próprio negócio. Ela comercializa fórmula capilar que é a origem de um verdadeiro império de beleza.

Irmã Dulce: Filme nacional estrelado por Bianca Comparato e Regina Braga; que mostra a vida dedicada à caridade de Irmã Dulce, a freira franciscana que teve como missão de vida amparar, defender e acolher os mãos pobres.

As Leis de Lidia Peot: Mini série com 6 episódidos, se passa na Itália do século 19, onde uma aspirante a advogada luta contra o sexismo, investiga assassinatos com o irmão e se apaixona pelo cunhado, neste drama de época.

Oprah e Viola: A inteligente conversa da apresentadora e super host americana Oprah Winfrey com a premiada atriz e autora Viola Davis, sobre seu livro de memórias “Em Busca de Mim”. Uma entrevista reveladora e aula de superação.

Brené Brown – The Call to Courage (Chamada à Coragem): A autora e palestrante Brené Brown discute o que é preciso para se trocar o conforto pela coragem em uma cultura definida pela escassez, pelo medo e pela incerteza. Uma palestra informal e repleta de lições para pessoas de todas as idades.

Minha História: Um mergulho nos bastidores da turnê de lançamento da autobiografia da ex – primeira dama norte americana Michelle Obama. O documentário mostra a intimidade de uma mulher forte e ao mesmo tempo humana e solidária. E como ela rodou a América para conhecer seus leitores. Uma aula de carisma e talento político também.

Coisa Mais Linda: Série nacional, com duas temporadas sobre a luta de uma mulher à frente de seu tempo, na era da Bossa Nova. Maria Luiza é uma feminista nata, mas só descobre essa natureza depois de ser abandonada pelo marido. Uma então esposa e dona de casa pacata, ela vai para o Rio de Janeiro em busca desse marido desaparecido, mas o que descobre é a si mesma. Seu poder de se reinventar, de empreender, de amar e se apaixonar, tendo a cidade maravilhosa e a época de ouro do movimento musical da bossa nova como coadjuvantes desse processo.

– Publicidade –

Outros destaques